Desafio

O Acre terá até 2012 o aporte de R$ 70 milhões do Ministério do Desenvolvimento Agrário para investimento em ações que viabilizem o fortalecimento da Agricultura Familiar, parceira do projeto de desenvolvimento sustentável desenhado pelo governo da Frente Popular há 12 anos.

Um não sobrevive sem o outro. São vias de muitas mãos já que, para garantir a permanência destas famílias nas áreas rurais e florestas evitando o inchaço das cidades acreanas já tão corroídas de problemas de infra-estrutura, é preciso oferecer informação, formação, tecnologia, suporte e acompanhamento para que esses produtores levem adiante e acreditem que é possível viver da terra.

O grande desafio é elevar o nível de qualidade de vida dessas pessoas, principalmente, as que estão nas comunidades mais distantes do Estado, em condições de vulnerabilidade social e extrema pobreza. Antes de garantir o alimento farto e variado para a mesa da maioria população acreana, essa família precisa ter a sua própria mesa bem servida.

Muitos produtores ainda não entenderam como isso será feito. A hora de explicar tudo bem explicadinho é agora para que frutos, legumes, verduras, peixes, frangos, porcos e desenvolvimento real sejam de fato servidos a todos.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation