Estrelão perde e fica longe da classificação

Em apenas 8 minutos o Águia/PA fez 3 a 0 no Rio Branco e deixou o time acreano longe da classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C. O jogo aconteceu no último sábado (13), no Estádio Zinho de Oliveira, em Marabá/PA.
Rio-BRANO16
Com a derrota, o Estrelão continua com apenas 4 pontos em quatro jogos, enquanto o Azulão chegou aos 7 pontos e encostou nos líderes do grupo A.

Jogo – A equipe da casa começou melhor, mas o Rio Branco chegava com perigo. Aos 38 minutos do primeiro tempo, o Águia teve a chance de abrir o placar, mas o goleiro Rafael Córdova defendeu o pênalti cobrado pelo atacante Mendes.

Na segunda etapa, o time paraense liquidou o jogo em apenas 8 minutos. Aos 25, abriu o marcador com Marquinhos Marabá. Aos 28, Flamel ampliou: 2 a 0. E aos 32, Alan Taxista fez o terceiro do Azulão.

Polaco – Segundo o diretor de futebol do Rio Branco, Endrigo Thyciano, o meio-campo Polaco deve acertar, nos próximos dias, com um time grande do futebol brasileiro e dificilmente vai continuar no Estrelão.

Endrigo ainda confirmou a contratação do atacante Souza Baiano (ex-Santa Cruz/PE), que já está na capital acreana, e garantiu que o clube ainda não acertou com nenhum outro reforço.

Programação – O diretor também falou sobre a programação da equipe até o jogo do próximo domingo (21), contra o Araguaína/TO, em Tocantins. O elenco permanece em Marabá/PA até sexta (19), quando embarca para o local do confronto.

Classificação
1º Paysandu/PA 8 pts
2º Luverdense/MT  7 pts
3º Águia/PA 7 pts
4º Rio Branco 4 pts
5º Araguaína/TO  1 pt

 
Luverdense e Paysandu ficam no empate: 1 a 1
No Estádio Passos da Ema, em Lucas do Rio Verde/MT, Luverdense/MT e Paysandu/PA empataram em 1 a 1, com ambos se mantendo na ponta da tabela de classificação do grupo A.

Próximos jogos – No próximo sábado (20), o Águia/PA enfrenta o Paysandu/PA, no Estádio Zinho de Oliveira. No domingo (21), o Rio Branco busca a recuperação diante do Araguaína/TO, no Estádio Leôncio Miranda.

Técnico do Papão pede a sua demissão, mas segue no cargo
O técnico Roberto Fernandes, do Paysandu/PA, pediu demissão do cargo, no último domingo (14). O treinador não gostou da atitude do presidente do clube, Luis Omar, de ir ao vestiário, logo após o jogo contra a Luverdense/MT e efetuado severas críticas ao elenco.

Uma reunião na Curuzu, na manhã de ontem (15), entre Roberto Fernandes e Luiz Omar Pinheiro definiu a permanência do treinador no Paysandu. (Syanne Neno/ DOL)

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation