Associação de delegados repudia declarações da OAB

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Acre, entidade que agrega as Autoridades Policiais do Estado, vem a público repudiar a Nota Pública da OAB-AC publicada em 20/08/2011, nos seguintes termos:

O subscritor daquele expediente demonstrou imperícia ao falar em “competência” para Delegado de Polícia, ao passo que competência é o que limita a jurisdição e não as atribuições de Delegados.

Ademais, o nobre advogado deveria se precaver antes de emitir qualquer opinião acerca dos fatos, haja vista que o fato do Delegado Leonardo Santa Barbara investigar o caso, fora devidamente autorizado pelo Corregedor Geral de Polícia Civil, oportunidade em que a Delegacia da 2ª Regional contava apenas com um Delegado.

No que tange a afirmação de que os “envolvidos no caso” são contumazes em abusar de autoridade, o subscritor está difamando uma autoridade policial, além de prejulgar suas atitudes sem ter o devido conhecimento da causa, haja vista não conhecer todos os ângulos do fato.  Terá que provar o alegado, indicando condenações dos Delegados pela prática de tal crime, sob pena de responder civil e criminalmente pelas suas afirmações perniciosas.

As investigações do Delegado Leonardo foram corroboradas pelo Ministério Público e pelo Judiciário, que exarou o devido Mandado de Prisão Preventiva, cumprido por aquela Autoridade Policial.  Logo, seu trabalho segue uma linha investigativa correta e séria.

Não é a primeira vez que esta Associação se depara com situações como estas, onde advogados com pouca capacidade técnica não logram êxito perante os Tribunais, buscam apelos publicitários para seus clientes, tentando diminuir e manchar o trabalho de profissionais qualificados.

O curioso é que a OAB/AC somente tenta macular o trabalho policial quando o réu é pessoa de posses e influência. Todos os dias diversas pessoas são presas, contudo a OAB/AC não faz nota de repúdio, não convoca a imprensa; entretanto, se o cliente paga fartos honorários, o picadeiro é armado, e se tenta de tudo para livrá-lo!

Onde está a interferência da OAB/AC para os menos favorecidos financeiramente? Para estes existe a Defensoria Pública, que faz um excelente trabalho, sem denegrir a imagem dos profissionais de Segurança Pública, tão somente exercendo seu mister perante o Judiciário.

É lamentável ver os protetores da sociedade serem taxados como criminosos, e os verdadeiros salteadores do Direito alheio inocentados aos olhos de advogados desprovidos de ética.

Destarte essa Associação não coaduna com afirmações daquele subscritor  que lança farpas contra Autoridades que tentam fazer do nosso Estado um lugar mais seguro, onde a JUSTIÇA prevalece, e não a impunidade!  (ADEPOL/AC)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation