Bolívia reforça segurança nas áreas de fronteira com o Brasil

O governo da Bolívia anunciou ontem (17) à noite que vai reforçar a segurança nas áreas de fronteira com o Brasil. A decisão foi divulgada pela ministra da Defesa boliviana, Maria Cecilia Chacón. Segundo a ministra, a iniciativa faz parte do Plano Nacional de Defesa que inclui a remodelação da área de infraestrutura do país, reforçando o patrulhamento e ampliando os equipamentos.

A ministra e o diretor da Agência para o Desenvolvimento das Macrorregiões Fronteiriças, Juan Ramon Quintana, visitaram ontem as regiões de fronteira – Puerto Suárez, Puerto Quijarro, Puerto Gonzalo, Pantanal e Capitão do Porto Gaiba. Eles foram verificar as necessidades da população e as ameaças existentes nessas áreas.

“O que estamos fazendo agora é uma patrulha ao longo do Rio Paraguai. Estamos visitando vários postos militares nessa área, com o objetivo de intensificar as patrulhas nos rios,  permitindo maior presença das forças do Estado”, disse a ministra da Defesa.

Maria Cecilia Chacón acrescentou que “[A medida inclui] o reforço de pessoal das autoridades portuárias, que atualmente trabalham na região, mas precisam de mais apoio. Não há controle efetivo das unidades militares que visitamos, assim como temos de melhorar a comunicação”.

O  diretor da Agência para o Desenvolvimento das Macrorregiões Fronteiriças da Bolívia, Ramon Quintana,  recomendou repasses extras de combustível e equipamentos para a Marinha. Segundo ele, o governo boliviano deve dar mais atenção para as famílias que vivem ao longo de 300 quilômetros da fronteira. “[Essas famílias] merecem a atenção do governo que deve reorientar as políticas de assentamentos”, disse ele. (Agência Brasil)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation