Caito Maia, da Chilli Beans, faz palestra sobre empreendedorismo nesta segunda, no Senac

Caito Maia, diretor superintendente da empresa Chilli Beans, uma das maiores marcas de óculos escuros e de acessórios do país, estará na noite de segunda – feira, 8 de agosto, às 20 horas no Auditório do Senac. Ele irá ministrar palestra Empreendedorismo e Inovação no Varejo.
Palestra_Chilli_Beans
Atualmente a Chilli Beans soma mais de 340 pontos-de-venda exclusivos em todo o Brasil. Distribuídos em quiosques e lojas entre os maiores shoppings e centros comerciais de todo território nacional. No cenário internacional, a Chilli Beans está presente desde 2005, com pontos em Lisboa (Portugal) e no território americano, onde sua primeira loja foi aberta em Los Angeles, na Melrose Avenue, um dos pontos mais descolados da Califórnia. No início de 2011, a marca inovou mais uma vez, inaugurando sua primeira loja no continente africano, em Luanda (Angola).

Com a política de lançamento de novos produtos semanalmente, a Chilli Beans lança no mercado cerca de dez óculos escuros, divididos em linhas para adultos e crianças (Kids, Clássico, Metal e Esporte), além de quatro novos modelos de relógios com inúmeras opções de designs exclusivos todas as semanas.

A linha Vista da Chilli Beans veio para mudar o conceito de óculos para receituário, com lançamentos quinzenais de modelos com designs modernos e diferenciados. A marca oferece ainda uma vasta linha de produtos complementares, com acessórios tais como: Sprays Limpa-lentes, Estojos, Presilhas, entre outros.

Ainda na linha de acessórios, a marca lança quinzenalmente novos modelos de Bonés, Boinas, Caps e Chapéus, proporcionando aos seus clientes uma diversidade de produtos impressionante. Em número de peças, a marca comercializa cerca de 1,3 milhões por ano entre óculos e relógios.

Com a meta de atingir 400 lojas e inaugurar sua primeira loja em Dubai até o final de 2011, atualmente a Chilli Beans é a maior marca de óculos e acessórios da América Latina, que deve o seu sucesso ao empreendedorismo e determinação de seu criador, que sonha em tornar a sua marca a primeira marca brasileira de moda a se globalizar realmente no mundo inteiro.

Tudo isso só é possível, de acordo com o próprio Caito, através de uma política administrativa e financeira muito bem feita, com metas, visão e políticas bem definidas e muita criatividade. (Ascom Fecomercio/AC)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation