Com auxílio do Senai, empresa investe em mão-de-obra futura

“Não é toda empresa que investe em pessoas que não são do seu quadro de funcionários. É muito rara uma iniciativa como essa”, parabenizou Mozani Mariano, diretor da Escola Senai, que realizou os cursos de “Instalador-Reparador de Linhas e Aparelhos Telefônicos” e “Emendador de Cabos Telefônicos”, encerrados na noite de quarta-feira, 24 de agosto, demandados pela Telemont. A solenidade aconteceu no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações (Sinttel).

 Os cursos tiveram carga horária de 200h cada, e os alunos com maior desenvoltura serão contratados pela empresa. Alguns, inclusive, já estão trabalhando. É o caso de Isaac Tavares de Sá, 24, que, professor de informática, nunca havia tido contato com o ramo de telefonia. Destacou-se tanto que foi um dos primeiros a ser convidado a trabalhar na empresa. “Foi um curso maravilhoso. Valeu muita a pena começar nessa nova área”, disse.

 Para o coordenador técnico da Telemont/Regional Acre, Sérgio Ferreira da Silva, a parceria com o Senai foi uma grande satisfação. “Senti que meu pessoal foi bem atendido e fiquei muito feliz em ver a dedicação deles durante os cursos. Quem foi bem, quem prestou bastante atenção – porque telefonia é detalhe –, será contratado. Não é promessa. Demandamos estes cursos porque precisamos de mão-de-obra boa”, garantiu.

 O objetivo dos cursos era habilitar profissionais para instalar, dar manutenção e reparar linhas e redes de telecomunicações, em conformidade com as normas técnicas de segurança. Os alunos aprenderam a instalar, dar manutenção, bem como reparar linhas telefônicas, realizar manuseio de configurações em ADSL de maneira adequada e coerente pela prestadora de serviço, visando à qualidade e satisfação dos clientes respeitando as normas técnicas e sua integridade física na área de segurança.  (Ascom/Fieac)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation