Parceria entre o Governo e a prefeitura faz crescer número de atendimentos nas Uraps

A ação conjunta entre o Governo do Acre, o Governo Federal e a Prefeitura de Rio Branco aumentou consideravelmente a procura por atendimentos nas três Unidades de Referência da Atenção Primária (Urap). Os dados são referentes aos acolhimentos realizados nas unidades de saúde Eduardo Assmar, São Francisco e Augusto Hidalgo de Lima, equivalentes ao período de janeiro a julho de 2010 e 2011.

Com a parceria, houve um fortalecimento na Atenção Primária por meio da contratação de mais médicos, reforma e ampliação das unidades de referência e acréscimo no horário de funcionamento, o que facilitou o acesso da população aos serviços básicos de saúde. Com isso, pode-se evitar a superlotação no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

“Estamos trabalhando muito para melhorar nossos serviços e o fortalecimento da atenção primária, e essas parcerias com as prefeituras são fundamentais. Esse novo sistema de atendimento nas Uraps, criado pelo governador Tião Viana, juntamente com a Prefeitura de Rio Branco, é exemplo disso, uma vez que ampliou o acesso da população aos serviços de saúde e diminuiu a procura de atendimentos nos hospitais. As Uraps têm capacidade de acolher o pacientes e dar resolutividade na maioria dos casos, evitando que um caso relativamente simples se torne um caso de média ou alta complexidade”, ressalta a secretária de Estado de Saúde, Suely Melo.

De acordo com o demonstrativo, de janeiro a julho de 2010 foram realizados 36.814 atendimentos nas três Uraps. Já no mesmo período de 2011, a procura por atendimentos chegou a 117.951, representando mais de 300% de aumento na procura por serviços básicos de saúde.

O maior aumento ocorreu na Unidade de Saúde do São Francisco. Nos 6 primeiros meses de 2010 foram realizados 9.679 atendimentos, e no mesmo período deste ano as consultas subiram para 45.282, uma diferença de 35.603 atendimentos. A Unidade de Saúde Hidalgo de Lima aumentou de 14.324 para 37.882 consultas realizadas, um acréscimo de 23.558 atendimentos.

Já na Unidade de Saúde Eduardo Assmar, de janeiro a março de 2010, foram atendidas 12.877 pessoas. Em 2011, nesse mesmo período, as consultas subiram para 34.787, representando um aumento de 21.09 consultas realizadas. Além do aumento no horário de funcionamento, outro motivo para esse acréscimo foi a contratação de novos profissionais pelo Governo do Acre para atuarem nas Uraps. Todos os meses o governo investe cerca de R$ 450 mil só em recursos humanos.

Cada Urap tem 4 clínicos-gerais, 1 pediatra e 1 ginecologista por turno. Atualmente, além dos clínicos gerais, profissionais de outras especialidades como pediatria e ginecologia atendem nas Uraps. Os atendimentos médicos vão das 7 às 19h, sem intervalo para o almoço. A unidade de saúde Augusto Hidalgo de Lima também oferece serviços odontológicos e realiza pequenas cirurgias e suturas.

A ampliação no quadro profissional contribui para desafogar a rede pública de saúde em Rio Branco, garantindo qualidade no atendimento, humanização nos serviços de saúde e prevenção de doenças. As unidades também realizam exames de prevenção do câncer do colo do útero (PCCU), exames laboratoriais, curativos, pré-natal e teste rápido para diagnóstico da dengue. (Assessoria Sesacre)

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation