PF resgata servidores cercados por madeireiros no AM

A Polícia Federal mandou neste sábado (13) uma equipe de dez agentes para resgatar uma força-tarefa que participava de uma operação de apreensão de madeira extraída ilegalmente em uma área do município de Humaitá, divisa de em Rondônia com o Amazonas.

Segundo Valmir Parintintim, representante da Funai (Fundação Nacional do Índio) na região, a força-tarefa, composta por sete servidores do órgão, quatro policiais ambientais e dois indígenas da etnia tenharim, foi cercada no início da noite de sexta-feira (12) por cerca de cem madeireiros quando estava acampada numa vila na BR-230 (Transamazônica).

Horas antes, a equipe tinha apreendido grande quantidade de madeira e equipamentos para extração, como motosserras e tratores. A equipe pretendia levar o material para uma terra indígena quando foi cercada.

Segundo o representante da Funai, os madeireiros invadiram o acampamento e recuperaram todo o equipamento. Eles também fizeram ameaças contra os servidores.

Por rádio, a força-tarefa solicitou ajuda ao escritório da Funai em Humaitá. De acordo com Valmir, os servidores não sofreram violência.
A PF afirma que os agentes chegaram ao local no inicio da tarde de ontem e já estão garantindo a segurança dos servidores. (Folha.com)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation