Prefeito Angelim inicia reforma das praças do Relógio e da Revolução

O prefeito Raimundo Angelim assinou ontem, 19, três ordens de serviço para recuperação e revitalização das praças da Revolução Coronel Plácido de Castro e do Relógio, ambas no Centro da cidade, e das calçadas da Avenida Getúlio Vargas no trecho entre a Rua Rui Barbosa e Avenida Ceará. As obras custam cerca de R$ 188 mil e serão realizadas com recursos próprios da Prefeitura de Rio Branco.
Prefeito2008
O ato reuniu lideranças comutarias da regional 2, os vereadores Ricardo Araújo e Gabriel Forneck, líder do prefeito na Câmara Municipal, gestores, permissionários e usuários desses espaços. “Este Centro de Rio Branco vai ficar nota 10”, disse o prefeito ao anunciar também a reforma da sede da prefeitura.

Na Praça do Relógio será  feita a recuperação geral do piso, dos quiosques de lanches,  reforma do sanitário público,  do chapéu de madeira e do ponto de táxi, recuperação do pergolado, mobiliário urbano como bancos e lixeiras, além da revisão da iluminação.

Na Praça da Revolução serão realizados serviços de recuperação do piso em pedra portuguesa e granito apicoado,  novos bancos e lixeiras, recuperação geral do paisagismo e dos canteiros, recuperação dos quiosques de lanches, coreto, bancas de revistas, limpeza e recuperação dos espelhos d´água, e da iluminação. A área de intervenção é de 10.998,30 metros quadrados e o prazo de conclusão é de 60 dias.

Até os anos 20, a Praça da Revolução não existia. Era somente mais uma  área de mata do antigo  Seringal Empreza. No governo de Hugo Carneiro a área de mata deu lugar a uma área aberta que foi denominada Praça Rodrigues Alves. No governo de Guiomard Santos essa praça foi replanejada e urbanizada, sendo demarcada de modo definitivo. Em 1964, com o governador José Augusto de Araújo, a Praça Rodrigues Alves ganhou uma estátua do coronel gaúcho Plácido de Castro.

Graças a isso, o povo passou espontaneamente a chamá-la de Praça Plácido de Castro. Durante o governo de Jorge Viana, a praça passou a chamar-se oficialmente Praça da Revolução Coronel José Plácido de Castro, recebeu equipamentos dos mais modernosz e um  monumento de 12 metros de altura em homenagem aos soldados desconhecidos tombados na Revolução Acreana. (Ascom PMRB)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation