Professores da Ufac suspendem greve, após acordo com a União

Mesmo contrariados, os professores da Universidade Federal do Acre suspenderam o movimento grevista. Eles acataram a decisão do Sindicato Nacional dos Docentes de Instituições de Ensino Superior (Andes), que aceitou a proposta de 4% de reposição salarial. A categoria ligada à Adufac emitiu nota de repúdio pelo fechamento do acordo. As negociações serão retomadas no começo do próximo ano.
Professores5553128
“Foi uma vergonha”, assim resumiu um dos diretores do sindicato, Raimundo Melo. “Não existe nenhuma perspectiva de recuperação salarial e nem de diminuição do acelerado processo de ‘precarização’ das instituições de ensino superior”, criticou ele.

Em campanha salarial desde o 1º semestre de 2011, os professores reivindicam: plano de carreira, reposição de perdas salariais, data-base para reajustes, paridade entre ativos e inativos, reposição de docentes e técnicos administrativos e vinculação dos colégios de aplicação às universidades.

“Os representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) e do Ministério da Educação e Cultura (Mec) já tinham dito que não dariam nada. Estamos com os nossos salários congelados há mais de 5 anos, não obstante em assistir a nossa carreira ser comprometida pela preca-riedade dos valores recebidos, que não oferecem atração e nem condição digna de sobrevivência”, acrescentou o professor.

A Andes e as outras entidades decidiram, também, lançar a campanha ‘10% do PIB para a Educação Já!’. Elas consideram urgente a construção da Unidade na luta para enfrentar o problema da falta de financiamento condizente com a educação de boa qualidade para toda a população brasileira.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation