Projeto de expansão do Ifac vai beneficiar 8 mil jovens no Acre

Governo Federal anuncia investimento de aproximadamente R$ 111 milhões com o Programa de Expansão das Escolas Técnicas Federais. O Instituto Federal do Acre (Ifac) é a instituição que concretiza essa ação do Ministério da Educação nos municípios de Tarauacá, Xapuri, Sena Madureira e Rio Branco. Durante entrevista coletiva realizada no gabinete do governador Tião Viana, no fim da tarde de ontem, o secretário nacional de Educação Profissional e Tecnológica, vinculado ao MEC, Eliezer Pacheco, informou os detalhes do projeto de expansão.
Governador2308
Em Rio Branco, o Ifac está em fase de conclusão de uma unidade de ensino localizada no bairro Xavier Maia. No projeto de expansão, há previsão da edificação de uma unidade na Baixada do Sol, uma região com aproximadamente 20 mil famílias de baixa renda. O centro de ensino deve ser chamado de Universidade do Trabalhador, com 5,3 mil m² de área e capacidade para atender 1,5 mil alunos. Só ali, o Governo Federal investe R$ 13,9 milhões por meio de emenda parlamentar do deputado federal, Sibá Machado (PT/AC).

Os investimentos nas escolas técnicas nas cidades do interior variam de valor dependendo do perfil da unidade escolar que deve estar associado aos arranjos produtivos locais.

“O Ifac tem papel estratégico no processo de industrialização do Acre”, avalia o reitor do Instituto Federal do Acre, Marcelo Minghelli. “Essa estratégia está contemplada, inclusive, no planejamento estratégico do governo”.

O processo seletivo será feito de duas formas. Por sorteio (para os alunos do Ensino Médio) e por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os alunos do Ensino Superior. “Gostaríamos que não fosse preciso nem sorteio, mas ainda não chegamos nesse patamar”, afirmou o representante do Ministério da Educação e secretário nacional de Educação Profissional e Tecnológica, Elie-zer Pacheco.

Com 40 mil alunos formados em educação profissionalizante por meio do Instituto Dom Moacyr, o Governo do Acre entra como parceiro estratégico em dois eixos de atua-ção: Processos industriais e infra-estrutura. “O Sistema ‘S’ já tem investimentos na educação profissional, mas nada que se compare a essa ação do Governo Federal”, afirmou o governador do Acre, Tião Viana.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation