No comércio: Notas falsas circulam pela fronteira do Acre

Está registrado na delegacia de Brasiléia, uma ocorrência que está preocupando os comerciantes das cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, onde envolve a distribuição de dinheiro falso.
Notas_falsas
Alguns casos já foram denunciados nas cidades de Xapuri, Epitaciolândia e Brasiléia. O alvo dos falsários, geralmente são comércios que funcionam no período noturno e eventos onde tem muita aglomeração de pessoas.

As investigações estão em andamento depois que notas grosseiramente impressas em papel comum, no valor de 20, 50 já haviam sido espalhadas pelas cidades. O mais recente, foi registrado o golpe num comerciante onde duas notas 100 reais foram passadas por verdadeiras.

Segundo o comerciante, somente algumas horas depois, percebeu que foi enganado e levou o caso até a delegacia. O falsário se aproveitou do horário noturno para aplicar o golpe e ainda levou o troco.

O caso está sendo investigado pelo delegado titular de Brasiléia, Cristiano Bastos, e faz um alerta aos comerciantes da fronteira. Com as características do falsário em mãos, espera colocar o acusado atrás das grades em breve. (O alto Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation