Soldado do Exército sofre acidente em treinamento e morre

Família do soldado Alisson Rainey diz que vai acionar o comando do 4º Bis na Justiça para saber o que teria provocado a morte de Alisson
Soldado
A morte do soldado Alisson Rainey Andrade da Silva, 19 anos, que prestava serviço ao 4º Bis (Batalhão de Infantaria e Selva), ainda é um mistério, familiares do jovem exigem uma explicação do Comando do 4º Bis e da Secretaria de Saúde do Estado.

A cerca de 15 dias, o soldado foi vítima de um acidente quando participava de um treinamento de combate a incêndios no Corpo de Bombeiros.

A vítima que morreu na tarde de domingo, 14, no Pronto Socorro de Rio Branco, teria sofrido um acidente quando a mangueira de alta pressão estourou e arremessou o soldado à cerca de 3 metros de distância.

Após esse acidente, o jovem passou a sentir dores de cabeça, no corpo, dificuldade de respirar e diarréia.

Ele teria sido atendido pelos médicos do Quartel, onde fez exames de sangue e urina e foi medicado.

Mesmo após a medicação, os sintomas permaneceram e o soldado foi levado na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do 2º Distrito, lá recebeu nova medicação, em seguida foi levado para o Quartel do 4º Bis, onde seu quadro de saúde piorou e foi então encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco, onde morreu no domingo, 14.

O laudo médico do Pronto Socorro apresentou como indeterminada a causa da morte do soldado, o que levantaram suspeitas dos familiares que alegam que o jovem não foi submetido a exames complementares e que na UPA o médico teria afirmado que o rapaz estaria acometido de uma pneumonia, porém segundo a família não teria sido realizado exame para constatar a doença.

Após a morte do soldado, os familiares buscaram explicações dos médicos e do Comando do 4º Bis, como não obtiveram uma resposta esclarecedora, a família constituiu advogado que ingressou com um pedido de exumação do corpo do soldado para exame cadavérico a fim de detectar a causa real da morte do jovem.
Soldado_2
“Nem os médicos do Quartel, UPA e Pronto Socorro realizaram exames complementares que detectassem do que realmente o rapaz estaria sofrendo. A única coisa que sabemos, é que os sintomas iniciaram após ele ter sofrido esse acidente, quando participava de um treinamento.

Queremos saber o que realmente aconteceu e principalmente o que ocasionou a morte” disse um parente da vítima.
Soldado_4
O comandante geral do 4º Bis, Coronel Danilo que esteve no velório do soldado confirmou a informação sobre o acidente durante o treinamento e afirmou que o Comando também deseja saber a causa real da morte do soldado.

“Após o acidente ele procurou o médico do Quartel onde se queixou de dores de cabeça, foi submetido a exames e medicado, em seguida seu quadro de saúde piorou e todas as providências foram tomadas pelo Quartel. Contou o Coronel Danilo.

“É bastante chocante que um jovem saudável tenha adquirido uma doença que o levou a morte, também queremos uma explicação” afirmou o comandante.

Soldado_3

Soldado_5

Assuntos desta notícia


Join the Conversation