Surdo mudo usa faca para estuprar mulher em Brasiléia

Mulher teve uma das mãos ferida e ainda se encontra em recuperação no hospital
Surdo
Se encontra detido na delegacia de Brasiléia, cidade distante cerca de 240 quilômetros da capital do Acre, Rio Branco, Elissandro Melo do Nascimento (24), acusado de ter praticado um estupro na noite do último domingo, dia 7.

O caso que está sob os cuidados do delegado titular da Brasiléia, Cristiano Bastos, ainda está sendo levantados os dados devido a vítima ainda não ter sido ouvida, por está em recuperação no hospital.

Segundo foi apurado, Elissandro é deficiente nos sentidos da audição e fala, conhecido como ‘surdo-mudo’. Morador do Bairro Leonardo Babosa, usou de uma faca para forçar uma mulher de 23 anos, a manter relacionamento com ele, na frente de um filho de apenas 3 anos de idade.

Na tentativa de se safar do estupro, a mulher foi ferida numa das mãos, onde teve um corte da faca que foi usada para ameaçá-la de morte, caso não cedesse as vontades do acusado.

Após cometer o estupro, tentou se evadir do local tomando rumo ignorado, mas, com a ajuda de terceiros que ouviram os gritos de socorro da mulher, ligaram para o 190 e acionaram a Polícia Militar. Elissandro foi detido ainda em flagrante, momentos depois, perto do local onde ocorreu o crime.

Na delegacia e por gestos, Elissandro insinuava que havia fumado alguma droga e ingerido bebida, motivo esse que o levou a cometer o estupro. Fato que não o livra do crime e vai responder perante o Justiça, podendo ser condenado a mais de 10 anos de reclusão.

Segundo o delegado, está esperando os resultados dos exames para juntar ao depoimento da vítima para enquadrar o acusado nos rigores da lei, e será encaminhado ao presídio estadual na capital onde aguardará o pronunciamento da Justiça. (O alto Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation