Câmara de vereadores da Capital voltará a funcionar no Centro

A Câmara de Rio Branco vai voltar a funcionar no Centro da cidade. Não na sede antiga (ainda condenada), mas sim no 3º piso da nova sede da Caixa Econômica, na Av. Brasil – cerca de 200 m da sede do governo estadual. A informação é do líder da bancada do PT na Casa, vereador Ricardo Araújo, que tem autorização da mesa diretora para discutir o assunto nome da instituição.

Segundo o vereador petista, o novo espaço mede mais de 900 m², tem amplo estacionamento e fica isolado do banco. Ainda segundo Ricardo Araújo, o novo espaço oferece conforto e segurança aos vereadores, assessores e funcionários. O vereador acredita que até o fim de setembro, a Câmara terá um novo endereço, uma vez que o locatário se comprometeu em fazer as adequações necessárias ao bom funcionamento da Casa.

Ricardo Araújo diz ainda que as despesas com a locação do prédio serão custeadas pelo governo estadual. “Teremos um espaço físico amplo, seguro e confortável enquanto a nova sede não é construída”, afirma o vereador.

No início de 2010, após receber laudo técnico do Corpo de Bombeiros, a mesa diretora da Câmara suspendeu as sessões por uma semana e tratou de procurar outro prédio. Alguns dias, depois o então senador Tiâo Viana conseguiu algumas salas no terceiro andar da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), além do auditório no térreo, que foi improvisado como plenário.

Mas o prédio não atende às necessidades dos vereadores, já que o espaço físico é muito limitado. O presidente da Câmara, vereador Juracy Nogueira e os demais  membros da mesa diretora lutam para acelerar o processo de construção da nova sede do Poder Legislativo Municipal. A obra será construída  em uma área no novo centro administrativo de Rio Branco, na Via Verde – próximo ao TRE. Uma parte dos recursos foi assegurada por meio de emendas dos deputados federais e senadores ao Orçamento Geral da União. (Ascom Câmara de Rio Branco)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation