OAB pede afastamento do ministro do turismo

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, defendeu neste domingo o afastamento do Ministro do Turismo, Pedro Novais, do cargo.

Ele comparou as denúncias de corrupção no Ministério às que atingiram e derrubaram outros ministros como os dos Transportes e da Agricultura. “Há um comprometimento muito forte do ministro do Turismo com a estrutura do Ministério que está contaminado. O ideal seria que ele se afastasse do cargo”, disse.

Nesta segunda, o ministro Pedro Novais deve comparecer ao Senado para explicar as denúncias de corrupção.

Uma emenda do então deputado Pedro Novais beneficia uma empreiteira-fantasma no município de Barra do Corda (MA).

Ele destinou R$ 1 milhão para a construção de uma ponte na cidade sem potencial turístico.

Além disso, o Ministério do Turismo gastou R$ 351,7 milhões nos últimos dois anos em obras que nada têm a ver com o setor: drenagem, esgotamento sanitário, praças e pontes. A maior parte das cidades que receberam as melhorias têm pouco ou nenhum fluxo de turistas. Dos 841 municípios beneficiados pelos convênios de infraestrutura, somente 105 estão na lista dos considerados relevantes para turismo.

Há duas semanas, a Polícia Federal deflagrou a Operação Voucher que prendeu servidores do Ministério, entre eles o número dois da Pasta, o ex-secretário-executivo Frederico Costa, sob acusação de participarem de esquema de desvio de dinheiro por meio de uma ONG.

Sem apoio da presidenta Dilma Rousseff a queda do quinto ministro do governo pode acontecer a qualquer momento. (Do site Jornal Já.com)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation