PPS lança professor Airton Rocha como pré-candidato a prefeito da Capital

O PPS lançou ontem a pré-candidatura do ex-vereador Airton Rocha a prefeito de Rio Branco. O ato foi realizado no auditório da Assembléia Legislativa e contou com a presença de representantes de partidos políticos, militantes, parlamentares e membros do movimento sindical e comunitário. O PPS é oposição à Frente Popular e quer ser alternativa de poder nas eleições de 2012.
Airton-Rocha
“Temos o enorme o desafio de elaborar, juntos com as pessoas, uma proposta exequível que vai se transformar em um plano para administrar Rio Branco. Depois de um debate interno, o PPS escolheu o meu nome para essa tão nobre missão”, declarou o pré-candidato, dizendo-se ‘movido’ a desafios.

Compuseram à mesa os representantes do P-SOL, Democratas, PSDB, PMDB e PV. Essas legendas, à exceção do PV, são de oposição e também devem lançar candidaturas próprias. Com quase 120 mil votos obtidos para o Senado, o ex-deputado João Correia elogiou a atitude do PPS e criticou a falta de estratégias das oposições em eleições passadas. “Temos que estar à altura da grandeza e da generosidade do povo acreano, especialmente o rio-branquense”, disse ele.

Ligando politicamente ao deputado federal Márcio Bittar (PSDB), Rocha já foi candidato ao Senado em 2006 e obteve mais 80 mil votos. Professor universitário com doutorado, o pré-candidato, naturalmente, vai se diferenciar dos concorrentes tanto pelo conteúdo político como pela sua história.

Ele é oriundo das Comunidades Eclesiais de Base na década de 70. Os ideais da Teologia da Libertação os levaram a entrar na ‘Tendência Popular’, corrente política ligada ao PCdoB, que era abrigada no PMDB. Candidato a verea-dor em 1982, ele foi o terceiro mais votado. Airton foi também presidente da Câmara de Vereadores e vice-prefeito da Capital.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation