Por que na sua vida?

Pessoas entram na sua vida por uma “Razão”, uma “Estação” ou uma “Vida Inteira”. Quando você percebe qual deles é, você vai saber o que fazer por cada pessoa.

Quando alguém está em sua vida por uma “Razão”… é, geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física, emocional ou espiritualmente. Quando pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer… Acredite! É real! Mas somente por uma “Estação”.

Relacionamentos de uma “Vida Inteira” te ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida. É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente. Obrigado por ser parte da minha vida.

Pare aqui e simplesmente SORRIA. Assim disse Clarisse Lispector, mas acredito que ela não teve uma vida como a que eu tenho, colecionando inimigos ao longo dos anos. Sim eu posso dizer que tenho arquiinimigos, conhecidos como ficantes, namorados, noivos e marido de minhas “amigas”. O motivo das aspas é o mesmo que esses Zé Groselhas acharem que tive alguma coisa ou tenho com elas.

Queria eu ter esse mel todo, só para aproveitar cada momento que eles sim tem com elas, quem me dera ser um Jorge Tadeu, um Zé Maia ou um simples Jorge Viana que num singelo sorriso faz mulheres, desde as mais novas até as de idade mais longa suspirarem.

A pior coisa que tem, é um homem que não confia no seu taco e prefere aprisionar o ser amado, para que ela seja dele e somente dele. Coitado daquele que esquece que na vida existe o termo ex, sim ex-ficante, ex-namorado, ex-noivo e ex- marido. Quando esse tipo é intitulado, o único ser que fica é o amigo, este ser que não se apaga com facilidade, não se mata, a não ser que a morte o leve e ainda assim continua a existir o sentimento.

Minhas caríssimas e Maneis, muito dificilmente existiu ex-amigo. O que pode acontecer são pessoas pararem de se falar ou de se encontrar. “Amigo é coisa para se guardar/no lado esquerdo do peito/mesmo que o tempo e a distância digam “não”/Mesmo esquecendo a canção/O que importa é ouvir/A voz que vem do coração”.

* Victor Augusto (Bombomzão) é jornalista
Email: [email protected] Twitter: @bombomzao

Assuntos desta notícia


Join the Conversation