Política local 17/09/2011

“O coração humano é a região do inesperado”.

(Machado de Assis)

Papagaio cortado
Na última reunião dos partidos “nanicos” o presidente do PTB, Chicão Brígido, chegou a ensaiar um movimento para a indicação de um vice da FPA para “pressionar o governo por mais espaços”, mas teve o papagaio cortado pelos demais dirigentes, por temerem o ridículo.

Sossega Chicão
O presidente do PRP, Julinho, foi incisivo: “sossega Chicão, você já foi beneficiado pelo governo”.

Martelo batido
Uma figura ilustre do PT me disse ontem que o único ponto certo na FPA é que o candidato a prefeito de Rio Branco será do partido, não havendo possibilidade de ceder a cabeça de chapa.

Tendência natural
Sobre o vice da chapa da FPA, na sua avaliação, o espaço deverá continuar com o PCdoB.

Sem possibilidade
Ligo para um aliado do deputado federal Sibá Machado (PT) e recebo a informação que não há hipótese do parlamentar retirar a candidatura à PMRB e quer a escolha numa plenária.

Tá amuado
Como se diz nos seringais acreanos, quando alguém está bravo: “o Sibá tá amuado”.

Tem que lembrar
O grupo do Sibá Machado tem que lembrar também que ele só se elegeu deputado federal com o apoio substan-cial dos irmãos Vianas, sem o qual, por certo, amargaria uma nova suplência.

Espaço perdido
O PT precisa pensar num vice que tenha um grande poder de articulação no meio evangélico, segmento importante de votos, espaço este onde os petistas, perdem feio para a oposição.

Fora da FPA
Os pastores mais importantes do meio evangélico, antes petistas roxos, são hoje oposição.

Pressão inócua
Não dá para entender a pressão do grupo do Tião Bocalom (PSDB) para o senador Sérgio Petecão (PMN) assinar a “CPI da Corrupção”, que ainda nem tramita no Senado Federal.

Não esquece
Bocalom não vai deixar barato este apoio do Petecão ao Fernando Melo para a PMRB.

Nome trabalhado
 Chega a informação de fonte segura que há um trabalho no meio evangélico para a vice de Tião Bocalom (PSDB) vir ser a pastora da Igreja Batista do Bosque, Sandra Asfury (DEM).

Não adianta
Não adianta tentar tapar o sol com a peneira e negar de novo não existir o movimento político.

Mesada alta
Corre a notícia de uma proposta de cem mil reais a ser feita por um empresário para que o médico Roney Firmino dispute a prefeitura de Plácido por um partido nanico fora da oposição.

Parede tem ouvido
Parede tem ouvido e segredo em reunião de cinco integrantes, não resiste 24 horas.

 Possibilidade aventada
Como a coluna já noticiou, há sim a possibilidade do PP vir compor com o PSDB em Senador Guiomard, apontando o ex-deputado Zé Carlos como vice, possibilidade admitida por este.

Não vejo
Nos meios políticos da FPA, quando o assunto vem a tona, ninguém consegue uma explicação da saída do deputado Ney Amorim (PT) da lista de disputa pela candidatura à PMRB da FPA.

Obra e política
O governador Tião Viana tira o fim de semana para acompanhar a execução de obras e fazer política. Ontem, esteve em Plácido de Castro, e hoje, segue de carro para Cruzeiro do Sul.

Tem angu nesse mingau!
O prefeito do Bujari, Padeiro (PMDB), quer pegar o apoio do PT à sua reeleição pela boca, com tapioca, mingau de banana, beiju e pão de milho. Oferece hoje ao Tião novo café da manhã.

Chapa de companheiros
“Isso não é oposição, é uma chapa de companheiros do PT”, reação do Paulo Ximenes (PSDB), sobre a chapa do PMDB: Fernando Melo – Wânia Lilian vice, ambos recém-saídos do PT.

Brigando pela indicação
Paulo Ximenes briga para ser indicado candidato a prefeito de Tarauacá pelo PSDB.

Não disse?
A prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, foi a Brasília, conversou com as lideranças do PMDB e voltou sem se filiar. Resta saber qual o próximo partido no qual a prefeita prometerá entrar.

Rainha da cocada
Desgastada, em baixa popular, ainda assim Marilete se acha a “rainha da cocada preta”.

Sinal verde
O presidente do PP, deputado federal Gladson Cameli, liberou o apóstolo Ildson (PP), que foi vice de Tião Bocalom (PSDB) para o governo, a procurar viabilizar na opinião pública a sua candidatura à PMRB. Se as pesquisas apontarem que terá alguma chance será candidato, caso, contrário o PP vai compor como aliado na chapa da oposição, buscando a indicação do vice.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation