Política nacional 18/09/2011

“Eu nunca dei nada a ninguém que eu não quisesse”.

Presidenta Dilma desfazendo a lorota de que seria “refém” de aliados como o PMDB.

Haddad quer ser prefeito, e Chalita o lugar dele
Oficialmente, o projeto político do ambicioso deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) é ser eleito prefeito de São Paulo, mas seu sonho mais acalentado é substituir o rival Fernando Haddad no Ministério da Educação, como tem dito a amigos. Em particular, jamais em público, Chalita tem o hábito de criticar duramente a atuação desastrada de Haddad e ainda aguarda o cumprimento da promessa de ser ministro.

Meu garoto
Dilma queria Gabriel Chalita como seu ministro da Educação. Ela é leitora e fã do deputado. Mas Lula impôs Fernando Haddad no cargo.

Marionetes
Lula estimulou a filiação de Chalita ao PSB e apoiou seu ingresso no PMDB. Prometeu-lhe o céu. Mas queria mesmo era tirá-lo do PSDB.

Projeto duplo
O secretário-geral Gilberto Carvalho foi o artífice da adesão de Chalita à base governista. E transmitiu a ele a promessa de que seria ministro.

Marolinha
Marina Silva, ex-PV, perdeu a onda. Passou por Brasília para palestra mas não convenceu. Nem a turma jovem recuperou o pique.

Investigação
O procurador da República no DF, Luiz Fernando Viana, encaminhou à Polícia Federal ofício (3433/11) requerendo a abertura de inquérito para apurar prevaricação no departamento jurídico da Embrapa em Brasília. Sob a conivência do chefe jurídico Antônio Nilson Rocha, o advogado Antônio Marques da Silva, segundo denúncia, opera em escritório fora da Embrapa em mais de 70 ações contra a União na Justiça Federal.

Na mesa
A abertura do inquérito, pedida desde abril, está nas mãos do delegado da PF Antônio Flávio Coca, da Delegacia Fazendária no DF.

‘É intriga’
Antonio Nilson atribui a denúncia a intriga e diz que sindicância não encontrou irregularidades. Ainda assim, a procuradoria pediu inquérito.

Coice
Agora é oficial. Dilma sancionou na sexta (17) o título de “Capital Nacional do Rodeio” a Barretos (SP). Coitados dos bois.

Pesquisa Mark/CH
Pesquisa do Instituto Mark no DF, divulgada neste domingo no site claudiohumberto.com.br, revela números surpreendentes sobre a sempre criticada Câmara Legislativa: 52,10% dos entrevistados a consideram “muito importante”. Mas 67% não confiam nela.

Ranking de confiança
A Polícia Civil é a instituição que mais inspira confiança no cidadão do DF, com 54,4%, diz a pesquisa Mark/CH, seguida pela PM (50,4%), Tribunal de Justiça (43,2%), governo (23,8%) e Câmara Legislativa (22,1%). Foram ouvidas 1026 pessoas e a margem de erro é de 3%.

Caso de família
Tititi no high society do Rio. Quem conhece a so-cialite que teve jóias roubadas em casa no Flamengo suspeita de caso de família. Um dos herdeiros estaria falido depois de ter torrado R$ 1,5 milhão.

O Bel Gastão
A contrário do que diz em sua biografia no Portal da Câmara, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, não é advogado, mas “bel”, a conhecida abreviatura de bacharel. Sem registro na OAB, não pode advogar.

Welcome to Maranhão
No apagar das luzes de Pedro Foi, o Turismo autorizou aditivos em cinco convênios com o governo do Maranhão, terra do novo ministro e do anterior. O Estado terminará mais famoso que Paris ou Nova York.

Copa na trave
O estádio Mané Garrincha, em Brasília, é o mais adiantado para a Copa, com 35% das obras prontas. A média construída de estádios-sede não passa de 30%. A Arena da Baixada, em Curitiba, nem iniciou.

Os indignados avançam
Os protestos de 7 de Setembro contra a corrupção vão se repetir amanhã (19), na praia de Copacabana, e dia 20, na Cinelândia, no Rio. Em Brasília, novo protesto está marcado para 12 de outubro.

A queda de Grayskull
O governo do DF recupera área que virou reduto de marginais e viciados, o “Castelo de Grayskull”, junto ao Instituto Caminho das Artes. Saem os viciados e entra a turma do hip hop.

Pensando com rima
Quem não tem licitação na Copa caça com Gastão.

Santo milagroso
O saudoso Maurício Fruet era prefeito de Curitiba e, certa vez, em uma recepção, esbaldou-se na comilança ao lado do amigo e ex-vereador Ademar Bertoli. A orgia gastronômica impressionou o arcebispo metropolitano, dom Pedro Fedalto, segundo relatam Hugo Sant’Ana e Sandra Pacheco no livro “Maurício Fruet, Um brasileiro Cordial”:
– Maurício, para que santo vocês rezam para fazer a digestão?
Fruet respondeu na bucha:
– São Risal, eminência…

Assuntos desta notícia


Join the Conversation