Falta qualidade

O aumento do número de vagas na Câmara de Rio Branco, de 14 para 17 vereadores, pode, no primeiro momento, não trazer prejuízos financeiros para os cofres públicos, mas, com certeza, representa uma afronta à democracia.

A decisão, consenso entre os 14 vereadores, foi tomada ontem. Se observarmos a produção de cada vereador, chegaremos a conclusão de que o aumento de vagas não tem justificativa.

Quem acompanha as sessões na Câmara de Rio Branco fica com uma interrogação: qual é mesmo o papel do vereador? Raros são os parlamentares que, em meio aos debates, muitas vezes sem sentido, estão preocupados em defender os interesses da população e cumprir o papel de legislar, fiscalizar, sugerir e representar.

A única justificativa para o aumento do número de vaga na Câmara de Rio Branco é a tentativa de garantir o retorno, em 2013, daqueles que durante quatro anos não se preocuparam nem mesmo em ouvir os mais simples anseios da população.

Mais do que quantidade, a Câmara precisa de qualidade. Não basta usar a tribuna para defender ou cobrar ações da Prefeitura. É preciso cumprir, pelo menos, as atribuições mais simples de um vereador. E vamos fiscalizar para que no próximo ano eles não queiram aumentar o orçamento do Legislativo Municipal.

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation