Garantia elementar

Necessário e elogiável, sob todos os aspectos, esse esforço do Governo do Estado em fazer gestões junto ao Ministério das Minas e Energia para acabar com os constantes blecautes ou “apagões” que vêm causando transtornos à população e sérios prejuízos à economia.

Como se noticiou ontem, o ministro das Minas e Energia atendeu ponderações e reivindicações do governador autorizando o funcionamento de duas usinas térmicas a serem ligadas nos horários de maior consumo para evitar as oscilações e interrupções no fornecimento de energia.

Quando se pensa em grandes projetos para o desenvolvimento sustentável do Estado como a instalação de uma ZPE e outros, não há como não prever a garantia de um sistema de fornecimento de energia confiável. Nenhuma empresa minimamente organizada iria investir sem essa garantia elementar.

Há anos que o Acre vem passando por sérios problemas neste setor e não dá mais para procrastinar soluções. O mesmo vale para a construção do chamado ‘segundo linhão’, cuja licença ambiental já foi concedida, e agora cabe às empresas do setor energético iniciar as obras o mais rápido possível.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation