Detran lança campanha educativa “Tá na faixa, tá seguro!”

Educar para prevenir. Essa é a proposta do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) ao criar a campanha “Tá na faixa, tá seguro!”, que orienta a população a utilizar as faixas de pedestre nas travessias e orienta os condutores de veículos a respeitar os pedestres que utilizam a faixa para atravessar vias.
T_na_faixa
A ação faz parte da Semana Nacional de Trânsito e conta com apoio do governo do Estado, prefeitura de Rio Branco, Superintendência Municipal de Trânsito (RBTrans) e da Brigada Jovem, que atuarão como educadores de trânsito. Durante a solenidade de lançamento foi assinado um convênio de cooperação entre governo do Estado e prefeitura de Rio Branco.

Sawana Carvalho, diretora-geral do Detran, agradeceu o apoio de todos os envolvidos nessa ação e ressaltou que sem o suporte da Brigada Jovem não seria possível promover uma campanha com tamanha abrangência.

“Chegou o momento de trabalhar a segurança do pedestre nas vias. Na primeira etapa de campanhas este ano nós passamos a noção de como funcionava o trânsito para toda a comunidade. Agora, nós vamos pedir atenção especial ao pedestre”, detalhou.

A diretora do Detran explicou que as equipes de educadores de trânsito vão trabalhar, nesta primeira etapa do projeto, em 11 faixas de pedestres onde não há semáforos. “Também estaremos com esquetes teatrais para chamar a atenção dos condutores e pedestres. Eles irão orientar para um trânsito seguro”, complementou.

Prevenção que garante a vida
O governador Tião Viana participou do lançamento da campanha e aprovou a iniciativa do Departamento Estadual de Trânsito. Ele alertou que o trânsito nos últimos anos tem registrado mais mortes e feridos do que qualquer guerra. “São pelo menos 40 mil mortos e 250 mil feridos.

Essa é a nossa grande guerra. Basta visitar um hospital no setor de traumatologia ou UTI [Unidade de Terapia Intensiva] para ver que os acidentes de trânsito é o que mais deixa pessoas deficientes”, revelou.

Outra consideração feita pelo governador é que velocidade e embriaguez não podem continuar ceifando a vida de pais de famílias. “O problema não são os motociclistas, como muitos falam. Nós precisamos ser realistas e avaliar os casos. O problema é a velocidade aliada à embriaguez ao dirigir carros ou motos. Não podemos permitir que isso aconteça. É preciso mudar a atitude das pessoas”, observou.

O prefeito Raimundo Angelim também se mostrou satisfeito com a iniciativa da campanha e comentou que um governo que se preocupa com a vida é vitorioso.

“Não é uma tarefa fácil. Mas, a educação é o instrumento poderoso para mudar uma situação crítica. É possível vencer com a mudança de atitude. Por isso, acho louvável essa iniciativa de mudar o pensamento da comunidade como um compromisso pela vida”, disse Angelim. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation