Investimentos em obras na Capital se aproximam dos R$ 200 milhões

A gestão de Angelim mantém atualmente cerca de cinqüenta frentes de obras em todas as regionais de Rio Branco. São quase R$ 200 milhões em investimentos diretos na estruturação e readequação física de espaços públicos da capital. Desse valor, R$ 6,8 milhões são de recursos próprios e cerca de R$ 7,5 milhões se constituem na contrapartida legal do município aos convênios firmados com instituições como o Ministério das Cidades, Ministério da Saúde, BNDES, Ministério do Esporte, Ministério da Educação, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Governo do Estado do Acre, Programa Calha Norte, entre muitos outros, como o Governo do Japão, que está apoiando a reforma da Casa Rosa Mulher.
Obras
Praças, unidades de saúde, urbanização de bairros, asfaltamento de ruas, ampliação da rede de água e esgoto, quadras esportivas, parques urbanos, rodoviária internacional, estações de tratamento de esgoto, novas escolas e muito mais são resultado do trabalho e da credibilidade do prefeito Angelim, que estabeleceu parcerias das mais importantes para o desenvolvimento de Rio Branco.

Parque do São Francisco
São obras cujo orçamento varia de pouco mais de R$ 20 mil a R$ 14 milhões e que no total estão gerando atualmente 533 novos postos de trabalho tanto nos bairros quanto no Centro. Trata-se de pequenas e grandes obras, como a reforma da Praça do Relógio  ou do Parque do São Francisco, cujo projeto chega a sua segunda etapa e é uma das obras que mais oferecem postos de trabalho.
A segunda etapa do Parque São Francisco está gerando cerca de 70 empregos diretos. Os equipamentos de playground e acessórios de ginástica, e as lanchonetes estão sendo instalados em áreas periféricas ao parque, próximos às ruas e avenidas. Nessas áreas estão sendo montadas calçadas equipadas com bancos, lixeiras, e luminárias com a função de servir à circulação de pedestres e ciclistas.

Benefícios
Outra obra de destaque é a Rodoviária Internacional de Rio Branco que está sendo construída em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Segundo Distrito da Capital e ocupa uma área de 186 mil m². O espaço construído é de 7,6 mil m². Os investimentos na primeira etapa são de R$ 9,2 milhões, dos quais R$ 5,6 milhões são resultado de convênio com o Ministério do Turismo e R$ 3,5 milhões de contrapartida do Município.

A nova rodoviária valoriza o conforto no embarque e desembarque de turistas que visitam o Acre, além de melhorar o atendimento dos passageiros das viagens interestaduais. A rodoviária está distribuída em dois pavimentos e atenderá uma média de 36 mil passageiros por mês, com previsão de fluxo de chegadas/partidas de 60 veículos por dia. Ainda que seja uma obra de grande porte, a rodoviária valoriza a vegetação existente no imóvel.  
 
Educação
As reformas que a gestão de Raimundo Angelim vem realizando nos espaços públicos são mais que isso. Trata-se verdadeiramente de uma reconstrução porque o trabalho deixa as obras completamente diferentes. É o caso da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Peregrino, localizada na avenida Sudeste, no Conjunto Tucumã.  Entre outros serviços, estão sendo feitos a troca total da cobertura e do forro; novas instalações hidrossanitárias;  novas instalações elétricas; nova pintura com padronização de cores e revestimentos;  novo muro: padrão PMRB para escolas municipais; urbanização da área interna da escola com calçadas, jardins e bancos; parque infantil destinado à recreação e convivência.  Ali estudam crianças moradoras de vários bairros, como Jardim Primavera, Paz, e outros além do Tucumã, no 1º a 5º ano do ensino fundamental.

Saúde
Para a área de saúde, Angelim criou Plano de Restruturação Física das Unidades de Saúde de Rio Branco que só nos últimos dois anos investiu mais de R$ 9 milhões na reconstrução de quase todos centros e postos. Um dos últimos a passar pelo processo de reconstrução,  foi o Centro de Saúde Gentil Perdomo, no Conjunto Nova Esperança que  recebeu obras orçadas em mais de R$ 404 mil, sendo que R$ 384 mil são provenientes do Ministério da Saúde. A área reformada chega a 325 metros quadrados.
Após sua reforma, o CSGP terá uma área útil de 307,49 m2 e com os seguintes ambientes: recepção, espera climatizada, farmácia, sala de vacina, sala de curativos, sala de medicação e nebulização, 3 consultórios de enfermagem, 3 consultórios médicos, 1 consultório odontológico, expurgo, sala de esterilização e distribuição de materiais, administração, sala de reuniões, arquivo, almoxarifado, copa para funcioná-rios, sanitários M/F e PNE, sanitários para servidores.

Regionais
A Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb) comanda um grande processo de transformação viá-ria em vários bairros. Dois deles, Placas e Nova Estação,   recebem ações desenvolvidas em parceria com o Governo do Estado e Governo Federal. Essas intervenções estão orçadas em mais de R$ 15 milhões e incluem a pavimentação e recuperação de mais de sete  quilômetros de ruas, a terraplanagem, calçadas,  ampliação  da rede de água e a drenagem pluvial, além de sinalização viária, iluminação, terraplanagem e atividades sociais.

Dignidade e cidadania
A gestão de Raimundo Angelim não leva somente obras, mas dignidade e cidadania para as pessoas que mais precisam do poder público. As obras de urbanização, regularização e integração de assentamentos precários no bairro João Eduardo II avançam de modo sistemático e tem agradado à comunidade porquanto atendem a vários aspectos da vida dos morado-res. Os investimentos são de mais de R$ 6,2 milhões no asfaltamento (com tratamento superficial simples) de 18 ruas, construção de 116 casas; ba-nheiros residenciais, construção de 2,9 mil metros de calçadas nos dois lados das vias; rede de drenagem de águas da chuva; rede de abastecimento de água; ligações domiciliares de água;  rede coletora de esgoto; ligações domiciliares de esgoto e uma estação de tratamento de esgoto (ETE). (Ascom PMRB)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation