Iranilson Nascimento é indiciado por morte da estudante Olisângela

Delegado Rafael Pimentel do Núcleo de Atendimento à Criança e Adolescente Vítima, NUCRIA, responsável pelo inquérito que apura a morte da estudante Olisangela Lopes indiciou Irenilson Nascimento dos Santos, 32 anos, filho do proprietário da Chácara onde o corpo da estudante foi encontrado.
Olisangela_acusado
Iranilson Nascimento foi preso no dia 13 de Agosto, sob acusação de envolvimento no desaparecimento e morte da estudante Olisangela.
O acusado é filho do proprietário da Chácara, onde o corpo da estudante foi encontrado e também é presidiário em liberdade condicional por crime de homicídio.

A Polícia aguarda o resultado de um exame realizado no laboratório forense do Instituto de Criminalística em que foi realizada a confrontação de voz (fonética) de provas técnicas coletadas pela Polícia contra Iranilson.

O delegado Rafael Pimentel não quis entrar em detalhes sobre o indiciamento de Iranilson, mas adiantou que com relação a Jaisson Bezerra, 23 anos, namorado da vítima que foi preso sob suspeita de envolvimento no desaparecimento e morte da vítima, ele (delegado), não pedirá a prorrogação da prisão preventiva e nem o relaxamento deixando essa decisão para a Justiça.

O caso

A estudante Olisangela Lopes, 17 anos, saiu de casa no dia 23 de julho no bairro Santa Inês, acompanhada do namorado Jaisson Bezerra, 23 anos, para ir à festa agropecuária no Parque de Exposição.

Na madrugada do dia 24, a jovem não retornou para casa, sua mãe Francisca Lopes, 64 anos, decidiu ligar para o celular da filha e quem atendeu foi o namorado informando que estava na UPA do 2º Distrito, e que a namorada havia desaparecido, quando o casal estava em um Ramal na estrada do Amapá, onde foram fazer sexo e Jaisson teria sido atacado com pauladas na cabeça, perdendo a consciência e ao retornar não encontrou mais a namorada.

A família da estudante denunciou o caso a Polícia que iniciou investigaçã,o que culminou com a prisão de Jaisson Bezerra e de outras pessoas.

Após o desaparecimento de Olisangela, a família descobriu que Jaisson que se apresentava na casa da namorada com o nome de Ricardo, usava um nome falso e que o rapaz era casado.

Após 21 dias do desaparecimento, o corpo da estudante foi encontrado em uma Chácara na estrada do Amapá, próximo ao local onde supostamente Jaisson teria sido atacado.

No dia seguinte, a Polícia Civil prendeu Iranilson Nascimento filho do proprietário da Chácara suspeito de envolvimento no caso.

Daí em diante a Polícia continuou as investigações em buscas de provas técnicas e testemunhas que esclarecessem o desaparecimento e a morte da estudante.

E na manhã desta quinta-feira, 15 o delegado Rafael Pimentel anunciou o indiciamento de Iranilson Nascimento.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation