Peritos do IML resgatam ossada de boi no Rio Acre

As buscas pelos restos mortais do estudante Fabrício Augusto, supostamente assassinado e jogado dentro do Rio Acre (segundo depoimento de um dos acusados) vem provocando alguns enganos. Um exemplo disso foi o que aconteceu no sábado, 3. No começo da noite, um pescador encontrou no leito do rio o que ele acreditava ser a ‘ossada de Fabrício’.

Imediatamente, o pescador (não identificado) ligou para o Ciosp. Uma equipe da Polícia Militar foi ao local e constatou a veracidade do achado. Por sua vez, a PM acionou o Instituto Médico Legal (IML), que constatou que a ossada era de um animal (boi). Mesmo assim, o vestígio foi levado ao IML para ser periciada, uma vez que havia a possibilidade de ter um osso humano misturado ao de animal.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation