Polícia Civil prende cadeirante acusado de pedofilia

Celular perdido ajuda na prisão de acusado de pedofilia em Mâncio Lima
Pedofilia
Um morador do município de Mâncio Lima achou nas ruas da cidade um aparelho que revelou um crime hediondo praticado por um cadeirante dono do celular perdido.

De acordo com informações, o celular pertence à Regleisson Marques Lebre, 29 anos, “o Riguinho” ao visualizar o conteúdo de imagens do aparelho, o morador que encontrou o celular se deparou com imagens revoltantes em que Regleisson aparece abusando sexualmente de crianças.

Revoltado, o morador que não teve o nome divulgado procurou o Conselho Tutelar da cidade, onde deixou o aparelho com o conteúdo.

Segundo informações, o acusado perdeu os movimentos das pernas após sofrer um acidente, passando a usar cadeira de rodas, o que não o impossibilitou de cometer o crime hediondo.

O Conselho Tutelar entregou o aparelho ao delegado Cleber Guinatta que abriu inquérito, solicitando a prisão preventiva do acusado que foi acatado pelo Ministério Público.

Durante cumprimento do Mandado de Busca e apreensão na casa do suspeito, a Polícia Civil apreendeu um computador onde estavam armazenadas outras fotos de abusos contra crianças e um vídeo onde aparecem pessoas praticando sexo com um animal.

Regleisson Marques vai cumprir prisão domiciliar, pois o Presídio de Mâncio Lima, não oferece estrutura física para manter uma pessoa com necessidades especiais, presa.

Se condenado pelos crimes de estupro de vulnerável e armazenar material fotográfico ou vídeo em que aparecem crianças e adolescentes, o acusado poderá pegar até 13 anos de prisão.

Neste caso, a Justiça determina a transferência do condenado para uma unidade prisional mais próxima da cidade, que possua a estrutura física necessária.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation