Acre participa do 4º Congresso Nacional do PT em Brasília/DF

Políticos e membros do Diretório do PT do Acre participam, em Brasília, do 4º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores. O evento, que começa nesta sexta-feira e vai até domingo, discute a reforma do estatuto e a conjuntura política nacional.
Congresso
Participam enquanto delegados o presidente do PT do Acre, Leonardo de Brito; a vice-presidente Rosali Scalabrin; o senador Jorge Viana; o deputado federal Sibá Machado; e a dirigente regional Júlia Feitoza. O governador Tião Viana e o senador Aníbal Diniz representam o Estado como convidados.

No Congresso, o presidente do PT acreano vai propor a incorporação dos coletivos das redes sociais na internet como instâncias partidárias. A emenda contendo a proposta já foi enviada à Comissão de Reforma Estatutária do evento.

“O PT, enquanto partido socialista, democrático, sustentável e de massas, deve refletir sobre um instrumento político que vem sendo importante para nossa consolidação nos últimos anos: a incorporação da internet enquanto mecanismo de participação na esfera pública no quadro organizativo”, afirma Brito.

O grupo defende também a criação de uma cota mínima para a participação da juventude em todos os diretórios do PT e a amplia-ção de 30% para 50% da composição feminina nas diretorias – idéia avaliada pela vice-presidente Scalabrin como “desafiadora. A consciência da participação da mulher na política, um fato recente, não existe em todos os lugares”.

O PT do Acre apoia também o aperfeiçoamento da democracia interna do partido, estimulando a participação da militância nas decisões e o aprimoramento das prévias para a escolha dos candidatos às disputas majoritárias e das eleições das diretorias. Hoje a legenda é a única no Brasil que realiza eleições diretas para a escolha dos dirigentes de cada diretório.

Mais de 1,3 mil delegados de todos os Estados brasileiros participam do evento, que, em sua última edição, em 2010, referendou o nome de Dilma Rousseff para disputar a presidência do Brasil. (Assessoria PT)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation