Parlamentares da Frente divergem sobre escolha do nome pra prefeitura

 As discussões sobre a escolha dos nomes que irão disputar a sucessão do prefeito Raimundo Angelim ganharam um novo capítulo na Assembléia Legislativa (Aleac), na sessão de ontem. O líder do governo na Casa, deputado Moisés Diniz (PCdoB) fez um discurso duro, pedindo que os debates sejam voltados para temas referentes ao desenvolvimento do Estado.
Parlamentares1509
Para Diniz, a escolha dos nomes que irão disputar as eleições em 2012 deve ser tema de debates dos partidos e alianças. “Aqui devemos discutir temas relacionados ao Acre, buscando olhar sempre para a necessidade do nosso povo”, destacou.

Afirmando que a Frente Popular está unida e vai apresentar candidatura única para disputar a Prefeitura de Rio Branco em 2012, Moisés Diniz pediu que os parlamentares da oposição evitem entrar nas questões relacionadas às decisões da FPA.

“A unidade da Frente Popular não pode ser contes-tada. Vamos apresentar um único nome para disputa. A escolha será feita num ambiente democrático. A oposição deve se preocupar com sua situação”, afirmou.

Já o deputado Walter Prado (PDT) defendeu que as discussões sobre a sucessão de Raimundo Angelim sejam realizadas na Aleac. “Esta é uma Casa política e é justamente aqui que devemos tratar esses assuntos”, disse.
Na última terça-feira, 13, o deputado Astério Moreira (PRP) usou a tribuna da Aleac para pedir que a direção do PT inclua o nome do deputado Ney Amorim nas discussões do partido para escolher o candidato à sucessão de Raimundo Angelim.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation