A luta é de todos!

Aos poucos a luta por um preço justo nas contas de luz dos consumidores vai ganhando adeptos.

Cada vez mais pessoas tem se debruçado sobre a conta, feito cálculos e tem se indignado com o preço que pagamos.

Vi, nesta semana, que a maior federação das indústrias da América Latina, a FIESP, também abraçou a causa.

O próprio presidente da entidade, Paulo Skaf, é o garoto propaganda a campanha nacional “Energia a preço justo”.

Isso é bom, muito bom!

 Isso prova que o que penso sobre a energia que é fornecida para os acreanos, para os brasileiros, é correto. Não sou uma pessoa utópica. Não sonho com coisas impossíveis.

Dados da FIESP dão conta que no Brasil, 77% de toda a energia produzida vem de usinas hidrelétricas, a fonte mais barata que existe. Mas a construção das usinas e sistemas de transmissão e distribuição é um investimento bilionário.

Para viabilizar essa construção, o governo faz contratos de concessão com empresas e o investimento é recuperado cobrando-se um valor adicional nas contas de luz. Portanto, quem paga pela construção do sistema elétrico é o consumidor.

As concessões das usinas mais antigas do Brasil venceram em 1995. Na época, as companhias receberam compensações bilionárias, equivalentes a aproximadamente 144 bilhões de reais, em valores de hoje. Além disso, tiveram seus contratos prorrogados sem leilão, sem concorrência, por mais 20 anos, totalizando uma media de 56 anos de concessão. Ou seja, os brasileiros já estão pagando essa conta há mais de cinco décadas. Tempo mais que suficiente para pagar os investimentos.

Além de o consumidor já ter pago a construção das hidrelétricas, ainda sofre com as altas cargas de tributos.

Para discutir e apresentar propostas para a compensação do ICMS na conta de luz dos acreanos, a Comissão de Legislação Participativa aprovou uma audiência pública para o próximo dia 21 de setembro à 15h, no auditório da Assembléia Legislativa. Todas as entidades de classe precisam participar.
Nossa luta local com o Movimento Popular Menos Impostos, Mais Energia, ganhou o cenário nacional e agora a coisa vai!
Acesse e participe dessa campanha: www.energiaaprecojusto.com.br
A luta agora não é só dos acreanos, é de todos os brasileiros!

* Eliane Sinhasique é jornalista, radialista e publicitária
e-mail: [email protected]
Twitter: @sinhasique

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation