Necessidade vital

O anúncio feito pelo governador do Estado, Tião Viana, de construir cerca de 10 mil casas no que ele denominou de ‘Cidade do Povo’ pode gerar polêmica e o debate é sempre necessário e saudável. Contudo, trata-se de uma necessidade vital para o Estado.

Aliás, essa necessidade foi evidenciada agora, com uma boa dose de dramaticidade até pela grande cheia que tomou conta da Capital e de outras cidades do interior do Estado banhadas pelo Rio Acre, atingindo de uma forma ou de outra cerca de 200 mil habitantes.

Qualquer governante, municipal ou estadual, que ignorar essa necessidade de construir mais casas, através dos diversos programas em curso, estará condenando milhares de famílias a um futuro incerto, de insegurança e pesadelos constantes.

Além disso, é preciso considerar que investir na construção civil é também uma das melhores fórmulas de movimentar a economia, nos seus mais diversos setores, e de gerar empregos e renda, de forma mais rápida, que é outra necessidade deste Estado. Trata-se, portanto, de um projeto viável, necessário e urgente, a ser apoiado por todos.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation