Depasa anuncia melhorias na distribuição de água e sistema de esgoto em todos os municípios

Coletiva DepasaNo Dia Mundial da Água, a direção do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) anunciou os novos recursos que serão colocados em prática em todos os municípios do Acre, conservando e preservando o meio ambiente.

De acordo com Gildo César, diretor-presidente do Depasa, o Estado está preocupado em conservar e ter o controle dos seus mananciais. “Temos uma grande preocupação e responsabilidade social, já que somos a empresa que faz a captação e distribuição de água. Hoje, estamos contabilizando dados positivos, com investimentos garantidos de mais de R$ 800 milhões para a construção de novos sistemas de captação de água, mais modernos, funcionais e que trazem de certa forma um prejuízo menor aos mananciais que estão sendo explorados”.

Todos os municípios irão receber o sistema de esgoto. “Temos a garantia da construção de sistemas de esgotamento sanitários em todos os municípios, até nos mais isolados, como Santa Rosa, Jordão e Marechal Thaumaturgo. Até junho, será realizada a conclusão do sistema de esgotos aqui de Rio Branco”, explicou Gildo César.

O diretor do departamento disse que houve melhorias significativas e que está sendo implantado o projeto Água 24 horas. “Hoje já há uma nova adutora no 2º Distrito, recentemente inaugurada e que está distribuindo água durante 24 horas. As equipes técnicas estão ampliando e reformando os reservatórios, para ter uma oferta maior e abranger os demais bairros”.

A meta do Depasa é de construir sistemas de captação e estação de tratamento de esgoto até o final de 2014 nos outros municípios e na Capital com o prazo de 1 ano.

“Recebemos recursos do BNDES e da Funasa para garantir e trabalhar nos projetos, dando início às obras de construção de sistemas de captação e estação de tratamento de esgoto em cada município. Não haverá mais esgoto a céu aberto, reduzindo toda e qualquer contaminação de doenças. Isso tudo é para reduzir impactos ambientais e prevenir a população”, concluiu Gildo César.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation