Depoimento de Hildebrando no ‘Caso Hugo’ será feito por vídeo conferência

Está marcada para o dia 28 a audiência que ouvirá o ex-coronel da Polícia Militar e ex-deputado federal Hildebrando Pascoal, no caso que apura o assassinato do pistoleiro, José Hugo, o Mordido, ocorrido em 1997. Além de Pascoal, também será ouvido Raimundo Alves de Oliveira, o Raimundinho. A audiência foi marcada pela 4ª Vara Criminal do Fórum Barão do Rio Branco.

 O depoimento de Hildebrando será feito em Rio Branco, por meio de vídeo conferência. O processo tramita na cidade de Paranaguá, no Piauí.

O CASO – Depois de matar o irmão de Hildebrando Pascoal, o pistoleiro José Hugo fugiu para a divisa entre o Piauí e a Bahia. Na época, Hildebrando distribuiu cartazes de procura-se com a foto de José Hugo, com uma recompensa de R$ 50 mil para quem o encontrasse.  Em janeiro de 1997, militares do Piauí teriam entrado em contato com Hildebrando dando o paradeiro de José Hugo, em Paranaguá.

 Uma operação militar foi montada e José Hugo capturado por Hildebrando, que na ocasião estava acompanhado de Raimundinho. Ele foi assassinado a facadas depois de ter sido torturado.  O corpo foi encontrado em Formosa do Rio Preto-BA.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation