Empresário garante que Supermercado Araújo do Via Verde não fecha

O empresário Adém Araújo afirmou ao jornal A Gazeta ontem que a unidade do Supermercado Araújo instalada no Via Verde Shopping não vai fechar. “Isso são boatos que não condizem com a verdade”, afirmou. “Nós não queremos fechar e não sei como esse boato tomou essa proporção”.

 Adém, no entanto, ressalta que o volume de vendas foi aquém do que se esperava. Em uma loja com 3,5 mil metros quadrados de área de venda e aproximadamente 140 funcionários, o investimento feito no empreendimento não tem tido o retorno adequado.

“O que nós vamos fazer é uma redução de custos”, informou o empresário. Quando perguntado se a “redução de custos” previa demissões, Adém rebateu de imediato. “Estão descartadas demissões”.
Informalmente, funcionários do supermercado confirmam que já foram feitas reuniões para explicar “algumas adequações” que a empresa fará em função do baixo consumo na loja do shopping. Possivelmente, alguns serão transferidos para outras unidades do grupo empresarial.

 Circulou a informação também de que o maquinário instalado na unidade do shopping seria transferido para a loja de Porto Velho e que o Grupo Real (de Rondônia) substituiria o Araújo do shopping. Informações negadas por Adém.

 O baixo consumo no supermercado do shopping, de acordo com técnicos em vendas em grandes centros comerciais, pode ser explicado. Esses especialistas asseguram que “leva tempo” a “mudança de postura do consumidor para ir ao shopping fazer compras e aproveitar para fazer a feira do mês”.

 Adém Araújo tem investido alto em publicidade focado no consumidor do shopping e garante que vai intensificar ações nesse setor. “Vamos fazer mais promoções”, assegurou.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation