Energia Sustentável do Brasil é solidária com o Acre

Em solidariedade ao povo do Acre, que se recupera da maior enchente da sua história, a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, em Rondônia, acaba de enviar ajuda ao governo do Estado do Acre e à Prefeitura de Rio Branco. Pela estrada, o primeiro lote desembarcou em Rio Branco em um caminhão completo de 100 colchões e 100 cestas básicas, recebidas pelo deputado federal Sibá Machado para serem entregues via governo do Estado às famílias desabrigadas pela cheia do Rio Acre.

A ESBR é responsável pela construção, manutenção e operação da Usina Jirau, empreendimento que integra o Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, uma das grandes obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o Brasil.

Construída com respeito aos princípios de sustentabilidade socioambiental, o investimento de R$ 12 bilhões representa atualmente a geração de 15 mil empregos diretos, com aproveitamento da mão-de-obra de Rondônia e região Norte. Com previsão para ser concluída em 2014, a Usina Hidrelétrica Jirau será suficiente para abastecer mais de 10 milhões de residências.

Outra ajuda enviada pela ESBR ao Acre é a concessão de maquinário para compor a operação ‘Recuperando Rio Branco’, lançada no último dia 2 de março pelo governador Tião Viana e o prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim. Ao todo, são 22 veículos enviados para a capital acreana, sendo 15 caminhões caçamba, 4 pás carregadeiras e 3 escavadeiras. Para o gerente de Transportes do Departamento de Estradas de Rodagem, Hidrovias e Infraestrutura do Acre (Deracre), Kellyton Carvalho, “os equipamentos cedidos são novos e ajudarão muito no trabalho de limpeza da cidade e retirada de entulho das ruas”.

A alagação no Acre atingiu mais de 130 mil pessoas em todo o estado, o que configura a maior enchente da sua história. Dos 10 municípios atingidos, o maior prejuízo foi contabilizado em Rio Branco, Xapuri, Brasileia e Assis Brasil.

Para o trabalho de recuperação das ruas da capital, 30 equipes foram mobilizadas com 500 homens e 280 equipamentos. “O desafio é grande e a meta é fazer a limpeza de 32 bairros atingidos pela alagação até 30 de março. Essa ajuda da Energia Sustentável do Brasil chega em ótima hora para devolver a normalidade à nossa cidade e às nossas famílias. Em nome do governo do Estado e da sociedade, nós agradecemos muito”, destaca o diretor do Deracre, Marcus Alexandre. (Assessoria Energia Sustentável do Brasil)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation