Defensoria Pública realiza mais um atendimento no presídio feminino

Um grupo de Defensores Públicos realizou entre os dias 27 e 29 de março mais um atendimento voltado para as reeducandas do presídio feminino Francisco de Oliveira Conde. Ao todo, foram realizados 159 atendimentos, entre provisórias e sentenciadas. Hoje, o presídio possui 168 internas, sendo que, as que optaram por não receber o atendimento já possuíam seu advogado.

Estiveram realizando os atendimentos os Defensores José Claudio, Cássio Tavares, João Ildair e o Presidente da Associação dos Defensores Públicos do Acre, Celso Rodrigues juntamente com 7 estagiários da Defensoria Pública.

A maior demanda das internas sentenciadas foi o calculo de penas, para saber datas de benefícios futuros. Os defensores orientaram-nas juridicamente, informando a situação de cada uma, para que as mesmas tivessem conhecimento do seu período carcerário, pois a grande reclamação foi direcionada a falta de informações sobre seus benefícios.

Ainda, foram atendidas presas provisórias, aquelas que aguardam julgamento em cárcere, no qual foram informadas da sua situação processual.

A Defensoria Pública atuou a fim de prestar assistência jurídica a todas as reeducandas do presídio feminino. (Ascom Adpacre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation