Ministro garante que autorização para construção de casas populares sai nos próximos dias

A bancada federal acreana, coordenada pelo deputado Taumaturgo Lima (PT), foi recebida ontem a noite pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e pelo secretário Nacional da Defesa Civil, Humberto Viana. Também participaram da audiência o prefeito de Rio Branco e presidente da Amac (Associação dos Municípios do Acre) Raimundo Angelim, o prefeito de Sena Madureira Nilson Areal e a prefeita do município amazonense de Boca do Acre, Maria das Dores.
Bancada
Eles trataram sobre a liberação de recursos para a reconstrução das áreas atingidas pela enchente e a construção de casas populares destinadas às famílias que residem em áreas de risco.O deputado Taumaturgo Lima se mostrou otimista com o resultado da reunião porque o governo federal garantiu o atendimento dos

pleitos da bancada federal, dos prefeitos dos municípios atingidos pela enchente e do governador Tião Viana.

O ministro Fernando Bezerra reafirmou o compromisso de atender a solicitação do governador Tião Viana com relação à construção de unidades habitacionais da Cidade do Povo, através do programa Minha Casa, Minha Vida Solidário, destinadas as pessoas que residem em áreas de risco e vulneráveis às enchentes do rio Acre. A autorização para a construção das residências populares à custo zero será divulgada nos próximos dias. “Os R$ 6 milhões restantes do total de R$ 10 milhões prometidos pelo governo federal para o Estado e a Prefeitura de Rio Branco estarão na conta imediatamente” – garantiu o ministro Fernando Bezerra.

Na próxima quarta-feira 21, as prefeituras dos municípios atingidos pela enchente apresentarão ao Ministério da Integração Nacional o plano de recuperação das cidades. A partir daí, serão disponibilizados pelo Ministério do Planejamento os recursos necessários para a recuperação das áreas atingidas e o retorno das famílias desabrigadas às suas residências.

“Na ocasião, os prefeitos terão a oportunidade de relatar os prejuízos incalculáveis causados pela alagação”, disse Taumaturgo. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation