O nome de uma pessoa determina o seu destino?

 A ideia de que o nome das pessoas está entrelaçado com o destino é algo tão antigo quanto o livro dos Gênesis, da Bíblia, quando Abrão teve seu nome mudado para Abraão, que significa “pai das multidões”, em hebraico. Assim, vem de longe a crença de que o nome pode exercer influência no caráter e no destino das pessoas. Os romanos, a esse respeito, assim se pronunciavam: nomen est omen, isto é, “o nome é um algúrio”. O estudo destinado à explicação dos nomes próprios recebe o nome de ONOMÁSTICA, que é um dos ramos da linguística que se inclui a Antroponímia (estudo dos nomes das pessoas).

 A palavra “nome” vem do vocábulo hebraico shem e do grego, onoma. E, segundo o Dicionário Aurélio, é oriunda do latim nomen, “vocábulo com que se designa pessoa, animal ou coisa”. Na opinião de Cícero, “nome é o sinal característico que faz com que se conheçam individualmente as coisas”.

 Para Mansur Guérios, “os antropônimos [nomes próprios de pessoas], quando surgiram, levavam consigo um significado que, em geral, traduzia qualquer realidade condizente com os indivíduos, seus portadores”. Já Aristóteles, numa abordagem mais filosófica, procurava a verdade das coisas na propriedade dos nomes. Para ele, o nome possuía a capacidade de traduzir o caráter da pessoa ou coisa que o traz. De acordo com os babilônios, “não ter nome era um sinal de não existir”. De fato, criam os antigos que “o nome é inextricavelmente vinculado com a pessoa do seu portador”. Era tal essa crença na antiguidade que tanto “na Mesopotâmia como no Egito, o conhecimento do nome era tido por sagrado”.

 Assim, persuadidos de haver um poder misterioso em cada nome e de que os nomes tinham uma influência direta sobre aqueles que os usavam, o cuidado na escolha passou a percorrer gerações e alcançou os dias atuais. O texto traduz o significado de alguns nomes e o destino que eles carregam consigo.

 Márcia: Do latim “nome que se evoca Júpiter”. Entende que o verdadeiro amor compõe-se de uma sucessão de instantes maravilhosos. Realiza com minúcias suas tarefas. É forte, decidida, competente, fiel, firme.  O dinheiro é suficiente para o imprescindível, não possui ambição.

 Julia: Significa cheia de juventude e indica uma pessoa de memória prodigiosa, muito senso de organização, dinamismo contagiante no caráter. Excelente amiga e dedica-se, totalmente, às pessoas que estima. Luta por aqueles que são injustiçados e, com isso, alcança muitas graças e venturas.

 Carlos: Do latim “homem, viril”. Significa homem e indica uma pessoa que nunca deixa uma oportunidade passar em branco por estar desatento ou por ter medo de riscos.
Edgar: Significa lanceiro guardião dos bens e indica uma pessoa que não suporte se acomodar. Está sempre ampliando seus horizontes. Além disso, carrega uma boa dose de impulsividade na sua maneira de ser.

 Fabiano, Fábio: Significa plantador de favas e indica uma pessoa com facilidade de comunicação. Adora conversar, até com desconhecidos, e se sai bem em atividades que exijam contato pessoal e direto, como vendas, relações públicas e entrevistas.

 Fátima: Do árabe “donzela esplendida”. É o nome da filha de Maomé. Significa desmamada (ou seja, que deixou de ser bebê, que alcançou um degrau mais alto na escala da evolução). Indica uma pessoa que sabe ouvir a intuição e não se prende a regras ultrapassadas. Jorge: Significa agricultor e indica um homem determinado e seguro de si. Pode ser um pouco arrogante e impetuoso, mas sempre respeita os limites das pessoas à sua volta.

 Sebastião: Do grego “sagrado, reverenciado”.

 Selma: Árabe / celta, significa pacifica, justa. Indica um caráter que se caracteriza por mostrar sua preferência pelo otimismo perante o pessimismo. É próprio de quem é capaz de sacrificar-se pelos outros e, em contrapartida, mostra-se indolente consigo mesma.

 Sueli: Germânico, significa brilho, luz. Variante: Suely. Simboliza a necessidade de se sentir amparada e cuidadosa em qualquer infortúnio. É próprio de mulheres que experimentam alguma timidez ao agir, ainda que costumem expressar suas opiniões com desenvoltura e clareza.

 Alexandre(a): Do helênico “protetor e defensor do gênero humano”. Significa defensor da humanidade e indica um espírito justiceiro, que não pode ver outra pessoa passando dificuldades sem procurar ajudar. Tem sucesso quando trabalha em atividades comunitárias.

 Narciso: Nome de um deus mitológico amante de sua própria beleza.

 Patrícia: Nome latino que significa pátria. Pessoa que está sempre em busca da perfeição total. Por ser exigente demais com as pessoas e ter um senso crítico muito apurado, tem solidão como grande companheira. É previdente e nunca fica sem dinheiro.

  Os exemplos acima ilustram que os nomes contêm informações sobre a personalidade e os talentos das pessoas, além das oportunidades e dos obstáculos que elas enfrentarão na vida. Pelo nome, segundo muitos estudiosos, é possível reconhecer a  verdadeira essência das pessoas, compreender melhor o nosso destino e viver em harmonia com aqueles que nos cercam.

—————-
Luísa Galvão Lessa – É  Pós-Doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Université de Montréal, Canadá; Doutora em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.Membro da Academia Brasileira de Filologia. Membro da Academia Acreana de Letras. 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation