A Páscoa pode ser celebrada de diversas formas e de acordo com cada região

A palavra Páscoa surgiu a partir da palavra hebraica “pessach” = “passagem”, que para os hebreus significava o fim da escravidão e o início da libertação do povo judeu, sendo esta marcada pela travessia do Mar Vermelho, que se abriu para dar “passagem” aos filhos de Israel que Moisés conduzia para a Terra Prometida.

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo dois dias depois de ser crucificado (na sexta-feira santa), o que faz então com que a Páscoa represente a ida de Jesus ao céu, sua passagem para o reino de Deus.

Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.

Muitos costumes ligados ao período pascal originaram-se dos festivais pagãos da primavera. É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Constitui-se em ritual de passagem, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.

A ÚLTIMA CEIA
A festa da Páscoa passou a ser uma festa cristã após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na Quinta-feira santa. Os fiéis cristãos celebram a ressurreição de Cristo e sua elevação ao céu. As imagens deste momento são a morte de Jesus na cruz e a sua aparição. A celebração sempre começa na Quarta-feira de cinzas e termina no Domingo de Páscoa: é a chamada semana santa.

SÍMBOLOS DA PÁSCOA
A Páscoa pode ser celebrada de diversas formas e de acordo com cada região. Entre os seus símbolos os princiais são:
Cruz da Ressurreição – traduz, ao mesmo tempo, sofrimento e ressurreição;  

Pão e o Vinho – na ceia do senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos, para celebrar a vida eterna.

Cordeiro – simboliza Cristo, que é o cordeiro de Deus, e se sacrificou em favor de todo o rebanho.

Círio –  O Círio Pascal é um dos símbolos mais expressivos da vigília desde os primeiros séculos. É a grande vela que se acende na Aleluia. Quer dizer: “Cristo, a luz dos povos”. Alfa e Ômega nela gravadas querem dizer: “Deus é o princípio e o fim de tudo”.

Sino – simboliza a alegria e a celebração pela ressurreição de Jesus.

Girassol – simboliza a busca do homem pela luz.

OUTROS SÍMBOLOS
Peixe – é um dos símbolos mais antigos dos primeiros cristãos, ao se referirem a Jesus Ressuscitado.

Ramos – a festa dos ramos relembra o dia em que Jesus entrou festivamente em Jerusalém, pouco antes de sua morte.

Lava-pés – durante a última ceia que Cristo lavou os pés de seus discípulos. Jesus fez isso para dar uma lição de humildade, simplicidade, igualdade, solidariedade, amor e serviço aos irmãos, que nada mais é do que a grande lição pascal.

Óleos Santos – na antiguidade os lutadores e guerreiros se untavam com óleos, pois acreditavam que essas substâncias lhes davam forças. Para nós cristãos, os óleos simbolizam o Espírito Santo, aquele que nos dá força e energia para vivermos o evangelho de Jesus Cristo.

OVO DE PÁSCOA
Os ovos de Páscoa são famosos no mundo inteiro. Os mais comuns são os ovos de chocolate, recheados com balas, confeitos e bombons. O ovo é um símbolo que significa vida nova, vida que está para nascer. Sua associação com a Páscoa quer dizer,  Ressurreição de Jesus, que também indica o princípio de uma nova vida, a redenção da própria humanidade e a promessa de um futuro cheio de alegria e felicidade para os que tem fé e esperança.

COELHINHO DA PÁSCOA
O coelho simboliza a Igreja, pelo poder de Cristo, é fecunda em sua missão de propagar a palavra de Deus a todos os povos. Religiosamente, os coelhos são animais que reproduzem com extrema facilidade e em grande quantidade, significando a  identificação com uma vida abundante, um processo de restauração, um ciclo que se renova todos os anos.

CHOCOLATE
O ovo de chocolate é considerado o símbolo da vida. Quando presenteado a alguém, tem inúmeros significados. O chocolate foi consumido, em grande parte de sua história, apenas como uma bebida. Posteriormente, ao tomar o formato de um ovo, representou mais intensamente a força rejuvenescedora da vida.

EM RESUMO…
Considerada, essencialmente, a Festa da Libertação, a Páscoa é uma das festas móveis do nosso calendário, vinda logo após a Quaresma e culminando na Vigília Pascal (no Sábado Santo à noite). Entre os seus símbolos encontram-se os Ovos de Páscoa, o Círio Pascal, o Cordeiro Pascal, o Coelhinho da Páscoa, o Pão e o Vinho e a Cruz da Ressurreição.

Nas palavras do Papa Paulo VI “a Páscoa é um período muito próprio para que todos os homens, de todos os credos e povos, recordem o seu significado, como símbolo de liberdade e esperança para a Humanidade”.

* Terezinha de Freitas Ferreira é doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo – USP. Professora do Centro de Ciências da Saúde e do Desporto  – UFAC. Consultora Editorial das seguintes revistas científicas: Revista Brasileira em Promoção da Saúde da UNIFOR e Revista de Saúde.com., da UESB.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation