Gazetinhas 18/04/2012

* Que chuvão, heim?

* São as últimas chuvas de abril fechando o “inverno amazônico”.

* Já, já, depois do dia 20, o telefone vai tocar. Será o Davi Friale anunciando a primeira “friagem” do ano.

* E por conta da chuva de anteontem à noite passageiros da TAM, que deveriam chegar a Rio Branco no começo da madrugada de ontem, chegaram com oito horas de atraso.

* Por falta de ‘teto’ em Rio Branco, ficaram retidos cerca de três horas em Brasília e acabaram depois descendo em Manaus.

* Só chegaram ontem quase ao meio-dia.

* E os que embarcariam para Brasília com conexões para outras capitais amargaram a mesma espera.

* Entre eles, os nobres deputados de outros estados que vieram para a reunião da Unale.

* Sabe quando eles vão voltar ao Acre?

* Não é nada, não é nada, oito horas de voo é mais ou menos quanto se leva para ir do Rio de Janeiro a Lisboa.

* Em tempo: o senador Sérgio Petecão também amargou a longa espera para embarcar para Brasília e lamentou o sofrimento das criancinhas e dos bons velhinhos.

* A propósito, alguém precisa avisar ao Petecão que o craque Tiririca virou “bola murcha”.

* Revista VEJA desta semana, na seção Holofote, publica nota informando que o PR encomendou uma pesquisa para aferir a candidatura do palhaço-deputado a prefeito de São Paulo.

* “O resultado foi decepcionante para o partido – e alentador para a sociedade”, assinala a revista.

* No melhor cenário, Tiririca chega a 4% dos votos e acumula uma rejeição de até 70%.

* Pouco ou nada se comentou na reunião da Unale, mas o governo da presidente Dilma já fez uma proposta aos governadores para aliviar a dívida dos estados:

* trocar o atual indexa-dor das dívidas – o IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas – pela taxa básica de juros fixada pelo Banco Central, a Selic.

* Segundo alguns especialistas e alguns governadores, a oferta não resolveria o problema.

* O telefone toca. São produtores rurais da Colônia Apolônio Sales pedindo mais uma vez por socorro antes que a estrada “aparte” de vez.

* Chegaram a colocar barro em alguns atoleiros, mas barro é barro e o problema continua.

* E eles, que não foram alagados, teriam tantos produtos para colocar nos mercados…

* Ah, e aquele desvio para a Estrada de Porto Acre não vai aguentar, se não acelerarem as obras de duplicação da rodovia.

* Em homenagem ainda ao Dia do Jornalista, o Grupo Simões presenteou ontem profissionais deste matutino com bolsas recicláveis.

* Só pra entisicar: hoje tem mais Libertadores hoje…

* …menos para ‘aquele time’.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation