Política local 21/072012

“O medo provém da experiência e da falta dela”.

(Marques de Maricá)

Questão de votos
Vamos ser sinceros, sem puxa-saquismo, a candidatura de Marcus Alexandre (PT) à PMRB é apenas uma aposta. Isso até o Zé das Couves sabe. Mais do que nunca precisa de um vice que some. No contexto de se atrair o eleitorado evangélico, o deputado Hélder Paiva (PR) é o ideal.

Muito respeitado
Hélder Paiva leva a vantagem de ser respeitado não só na Assembléia de Deus, mas nas demais denominações evangélicas. Agora, se o PCdoB vai abrir mão de indicar o vice é outra história.

Não somaria
Ter o ex-vereador Márcio Batista (PCdoB) não acrescentaria nada, o voto dos comunistas, em tese, Marcus Alexandre já tem. Fincar raízes nos evangélicos é crucial à campanha do petista.

Pé- de- guerra
 Emerson (PSDB) e Paulo Ximenes (PSDB) não vão deixar barato o veto de suas candidaturas a prefeito de Brasiléia e Tarauacá, respectivamente, pelo presidente Márcio Bittar (PSDB).

Briga na Justiça
Emerson e Ximenes prometem brigar na executiva nacional por suas candidaturas a prefeito.

Perda de espaço
O deputado federal Henrique Afonso (PV) já não tem o espaço político que tinha no início de carreira no Juruá. Sua última votação em Cruzeiro do Sul pode até ser considerada como fraca.

Base principal
Nas últimas eleições a sua base principal e dedicação de campanha foi em Rio Branco.

Trabalho a mais
Por conta disso, como candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Henrique Afonso vai ter que  recuperar sua simbiose política com os votos do município, perdida na última campanha.

Não dá samba
O candidato Fernando Melo (PMDB) viver socado nos finais de semana na Fazenda Boi Cagão e na chácara do Pádua, pode encher sua barriga, mas, o que dá votos é a pernada  na periferia.

Ponta de insatisfação
Em toda entrevista em que é provocado o candidato Tião Bocalom (PSDB) não deixa de alfinetar o senador Petecão (PSD): “pelo apoio que lhe dei, eu esperava ter seu apoio”.
 
Nome do vice
Liguei ontem para importante liderança petista e perguntei se o partido teria candidato próprio a prefeito de Sena Madureira. Resposta: “vamos indicar o vice”. E nada mais disse.

Na FPA
Carlos Coelho, que há anos foi o coordenador das campanhas de Sérgio Petecão (PSD) está de mala, cuia e papagaio arrumados para entrar na FPA, com a sua filiação se dando no PDT.

Fio de esperança
Como o processo que moveu pedindo o mandato do senador Aníbal Diniz (PT) voltou à pauta do TSE, Coelho diz que quer aguardar o julgamento da ação antes de fazer a nova filiação.

Mesmo balaio
Em Cruzeiro do Sul não podem nem partidarizar a punição dos vereadores por uso de laranjas para receber seus salários, pois, o MPE também está acionando vereadores de todos partidos.

Caldo grosso
Ontem, um dirigente do PPS me disse que depois dos ataques sofridos pelo deputado federal Márcio Bittar (PSDB) é que Airton Rocha (PPS) não tira sua candidatura para apoiar o Bocalom.

Não apita
O deputado Astério Moreira (PRP) é um velho e querido amigo. Mas, não apita e nem manda na coluna. Nem ele e nenhum outro deputado. Alguma queixa sobre notas na coluna é comigo.

Mania errada
Faço o esclarecimento porque quando sai alguma nota que desagrada, alguns correm para reclamar ao deputado Astério Moreira (PRP). Tomaram o caminho errado e perdem tempo.

Veto de bastidor
Dirigentes políticos do PT torcem a cara quando é mencionado o nome de Nelson Sales (PR) como candidato a prefeito de Sena Madureira. Não será fácil emplacá-lo candidato da FPA.

Grande problema
O problema do PT em Sena Madureira é não ter um nome popular para disputar a prefeitura.

Bem distante
Paparicado em campanhas políticas passadas, o ex-prefeito de Acrelândia, Paulo César, pai do prefeito cassado Carlinhos, virou persona non grata este ano a todos os candidatos a prefeito.

SÉRIO RISCO
Três prefeitos correm o sério risco de não disputar a reeleição caso não consigam ajeitar as suas situações jurídicas. Eliane Gadelha (Assis Brasil) e Burica (Rodrigues Alves) malhados no “ficha limpa” e Padeiro (Bujari), que pode perder o mandato por infidelidade partidária.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation