Expedição “Los Hermanos” chega ao Acre

Na noite de ontem (27) o Governador em exercício Cesar Messias e a Secretária de Turismo e Lazer Ilmara Lima, receberam um grupo de viajantes no Mercado Velho, que chegou acompanhado por batedores da Polícia Militar. 
Motoqueiros
Pela terceira vez a expedição “Los Hermanos” formada por quatro integrantes do grupo “Águias de ouro” do Rio de Janeiro, viajam de motocicleta por países da América do Sul.

Ricardo Amorin, Advogado, Alexander Montenegro, médico, Sérgio França, engenheiro, e Alexandre Coimbra, relações públicas, partiram rumo a sua aventura no dia 11 de abril da cidade do Rio de Janeiro, e percorreram mais de sete mil quilômetros até o Acre, passando pela Argentina, Chile e Peru, em motocicletas de alta cilindrada.

A intenção dos viajantes é percorrer 12 mil quilômetros até a cidade de origem. “Nas viagens anteriores, fizemos o percurso inverso para que não se tornasse repetitiva nossa aventura” explicou o motociclista Alexandre Costa Coimbra.

O Governador Cesar Messias ressaltou a importância de receber comitivas como esta, porque prova que estamos integrados com os Países vizinhos de várias formas. “Isto demonstra que a Estrada Interoceânica traz muitos benefícios para o Estado do Acre, e as possibilidades de desenvolvimento econômico, sobretudo através do turismo” afirma.

A Secretária de Turismo e Lazer, Ilmara Lima, parabenizou o grupo pela coragem de viajar tantos quilômetros, e agradeceu pelo prestígio de ter escolhido a capital acreana como ponto de “parada obrigatória”, descansando para a “reta final” desta grande aventura. “Isto é a prova de que cada vez mais pessoas do mundo inteiro estão passando pelo Acre, graças à visibilidade que a Interoceânica representa para a nossa região, fortalecendo a rota Amazônia-Andes-Pacífico, e que somos rota principal desde o Oceano Atlântico até o Pacífico” explicou.

Alexandre Coimbra ainda disse que a viagem traz uma bagagem cultural sem valor, e que o Acre representa a “porta de entrada do Brasil” para quem vem do Peru e Bolívia e ainda recomenda a todos que façam essa viagem pelos Andes, pois “a sensação é indescritível”. (Assessoria Setul)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation