PF multa Bradesco por usar bancários para transportar valores

Uma mesma agência do Bradesco no Centro de Rio Branco foi multada em R$ 127,6 mil pela PF em 9 processos pela mesma ilegalidade: uso de bancá-rios para efetuar transporte de valores. A punição foi aplicada na quarta (18), durante a 93ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (CCASP), em Brasília.

Os processos foram abertos em 2009. O transporte de numerário era feito em veículos dos funcionários e em táxi, sobretudo, para a agência dos Correios. Na época, o Bradesco atuava como Banco Postal, atividade que desde janeiro deste ano está sendo operada pelo Banco do Brasil.

“O Bradesco foi mais uma vez multado pelo descumprimento da lei federal nº 7.102/83, na medida em que utilizou bancários para uma função que é atribuição de vigilantes armados, através de carros-fortes”, destaca Ademir Wiederkehr, secretário de imprensa e representante da Contraf/CUT na CCASP.

A utilização de bancários para transporte de numerário contraria também a cláusula 30ª da Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012, onde consta que a Fenaban adotará, juntamente com as respectivas instituições bancárias representadas, providências para coibir o transporte de valores realizado de forma distinta das regras previstas na legislação e das portarias da Polícia Federal.  (Contraf/CUT, com Seeb AC)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation