Prefeitura inaugura área de lazer no Pólo Geraldo Fleming

área de lazerA Prefeitura de Rio Branco inaugurou neste sábado, 14, Pólo Agroflorestal Geraldo Fleming, no KM 19 da Estrada de Porto Acre,  a quadra esportiva para futebol de areia e vôlei, com playground  infantil composto por gangorra, balanço, barras horizontais e escorregador. A cerimônia contou com a presença da deputada federal Perpétua Almeida, autora da emenda que possibilitou a obra; o deputado estadual Eduardo Farias; o Líder do Prefeito na Câmara Municipal, Gabriel Forneck; o Chefe de Gabinete do Prefeito Raimundo Angelim, Evandro Luzia; a secretária de Obras, Claudia Cunha;  e o diretor da Secretaria Municipal de Agricultura e Floresta (Safra), Jorge Rebolças, além de produtores e lideranças comunitárias.

Com recursos obtidos através de emenda parlamentar proposta pela deputada Perpétua Almeida junto ao Ministério do Esporte, a comunidade do Pólo Geraldo Fleming ganhou esses equipamentos que estão sendo  utilizados também pelas famílias do Pólo Hélio Pimenta, localizado próximo dali. O valor da obra é de R$172.072,46 (sendo R$163.947,46 em convênios e R$8.125,00 de contrapartida da Prefeitura de Rio Branco) e a área de intervenção é de 1.564 metros quadrados. “A gente pode ver uma parte importante do nosso trabalho, que é alocar emendas para melhorar a vida das pessoas”, disse Perpétua Almeida.

A quadra é de areia e possui dimensão de 30mx42m com alambrado em todo o seu perímetro, iluminação com quatro torres  e bateria de oito lâmpadas de 400 watts cada. O projeto contém  a calçada de contorno cimentada com largura de 2 metros  em toda a área da quadra, além de playground com gangorra, balanços, barras horizontais e escorregador. Foram  instalados bancos e lixeiras para maior conforto da comunidade. “Trata-se de um equipamento que além do lazer traz uma opção contra as drogas, que infelizmente chegaram ao meio rural”, avaliou Gabriel Forneck.

Muita produção para abastecer Rio Branco
O Pólo Geraldo Fleming é uma zona de alta produtividade, chegando a fornecer aos mercados de Rio Branco cerca de 20 toneladas de alimentos (frutas, verduras, pequenos animais) todas as semanas.

O pólo foi criado pelo decreto 7.232 de 12 de junho de 2000 com área de 300 hectares. Inicialmente, 60 famílias foram assentadas em módulos médios de cinco hectares. “Aqui era só mato e invasores quando a gente foi assentado. Sofremos muito mas agora estamos felizes e satisfeitos pelos benefícios que continuam chegando”, declarou Raimundo Rosa, morador do pólo desde o dia 15 de junho de 2000. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation