Juventude do PP se reúne com pré-candidato Bocalom

PSBA juventude progressista se reuniu, na semana passada, na sede do PSDB, com o pré-candidato a prefeito Tião Bocalom. Elaborando e reivindicando políticas públicas para o setor, os jovens apresentaram 11 propostas, quem serão discutidas em futuro plano de governo para a Capital. Eles aproveitaram a oportunidade para reiterar o apoio do segmento ao pré-candidato a vice-prefeito, ve-reador Alysson Bestene (PP).

Figuram entre as principais propostas da juventude: a amplia-ção do ensino profissionalizante, facilitação do acesso ao ensino superior, vida com qualidade na cidade, oportunidades para os jovens da zona rural, formação para a juventude empreendedora, primeiro emprego e mais segurança e lazer. “Vamos ouvir e incorporar as ideias e propostas de todos os segmentos, sobretudo da juventude, que representa mais de 50% da população acrea-na”, destacou Bocalom.

Para o presidente regional da juventude progressista, Fernando Guedes, o encontro e as discussões irão “oportunizar” uma série de entendimentos, que, a seu ver, farão diferença, referindo-se aos relacionamentos políticos das demais forças. “Eles só lembram da juventude em períodos eleitorais, tratando-nos como massa de manobra. Não somos objetos da história, mas sujeitos dela”, ressaltou Guedes, considerando Bocalom “um homem que honra compromissos”.

“O aumento dos índices de violência, principalmente motivados pelo consumo e tráfico de drogas, nos levou a uma cultura da violência e a vulnerabilidade social”, assim avalia o vice-presidente da juventude municipal progressista, Marcel Ramos, afirmando que Rio Branco detém a maior e mais jovem população carcerária do Brasil. O abandono dos centros de juventude, que eram uma forma de inclusão social, seria um exemplo da “total falta de políticas públicas no município”. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation