“O Lula é um vencedor”, diz Jorge Viana

No primeiro dia após receber a notícia de que conseguira vencer o câncer de laringe, o ex-presidente Lula recebeu a visita do senador acreano Jorge Viana, acompanhado do líder da bancada do PT no Congresso, senador Walter Pinheiro. Jorge Viana conta que ficou impressionado com a disposição do ex-presidente. “O Lula é um vencedor”, diz o senador.
JOrge e LULA
Em discurso no Senado ontem, 3, Jorge falou sobre o encontro. “Mais que um amigo, o Lula é uma pessoa que eu tenho como referência na luta política e como referência de líder desse país”, afirmou. Na entrevista a seguir, o senador conta como foi a visita.

Como estava o ex-presidente Lula no primeiro dia após receber a notícia de cura do câncer?
O presidente Lula estava transpirando vida. O sentimento que ele passa é de muito entusiasmo, como se tivesse nascido de novo. Para mim foi extraordinário. Foi um presente que eu recebi poder estar com ele, logo no dia seguinte à divulgação do sucesso no tratamento contra o câncer. Ele recebeu telefonemas de todas as partes do mundo dando os parabéns pela vitória. E estava muito agradecido a todos que oraram, que rezaram e pediram a Deus para ele se recuperar. Ele mesmo se diz agradecido por ter recebido a oportunidade de uma nova vida. Mesmo ainda fisicamente debilitado, estava ali se reencontrando com a vida e com muita disposição de seguir lutando pelo nosso povo, nosso país.

O senhor disse que foram mais de duas horas de conversa. Sobre o que falaram?
Falamos pouco de política e muito mais sobre a vida. Até porque Lula ainda se recupera de todo o tratamento. Ele não esconde de ninguém que passou por um dos maiores sofrimentos do ponto de vista de tratamento de saúde. O Lula é uma pessoa que viveu a vida enfrentando desafios: sair da miséria, sair do anonimato, virar um líder, governar um país, tornar-se referência para o mundo e agora esse de vencer o câncer. Por isso eu digo que o Lula é um vencedor.

Ele também manifestou vontade de visitar o Acre?
É verdade, ele manifestou sim o desejo de ir ao Acre, visitar as pontes estaiadas que ele ajudou a construir no nosso governo. A cura do Lula é uma vitória de todos nós brasileiros e especialmente dos acrea-nos, que devem tanto a ele. O Acre é um dos estados que tem uma relação afetiva com o presidente Lula. Ele sempre foi muito solidário com o povo acreano. Sempre que a gente tinha um problema, uma situa-ção grave, ele estava presente e era a pessoa que nos ajudava na luta política e no enfrentamento das injustiças. Eu saí do encontro com o ex-presidente com mais disposição para trabalhar e para viver.

Hoje, milhares de brasileiros enfrentam a luta contra o câncer. Como o senhor acha que o Lula serve de exemplo nessa questão?
O Lula disse que a cura do câncer foi estabelecida a partir de um tratamento muito doloroso. Mas que saiu vitorioso. Por isso, ele deixa um exemplo para todos os pacientes que estão nesse mesmo processo: é muito importante ter fé e lutar pela vida. Ele sempre colocou muito claro a sua disposição de lutar pela vida. A vontade de viver, a vontade de sair vencedor tem que estar presente nos pacientes. Qualquer pessoa enferma, que está doente, tem que ser a primeira pessoa a ter fé e acreditar que vai vencer. O amor dele pelo Brasil, pela vida, foi fundamental nesse tratamento. Tem tanta gente que ainda nem viveu a vida direito e já a despreza. Eu acho que o legado deixado pelo ex-presidente para todos nós é pelo valor da vida.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation