Tião Viana ministra palestras a empresários

palestratiao1

Governador falou sobre os investimentos que serão realizados

 Empresários de vários setores da capital estiveram presentes, na manhã de ontem (03), no auditório da Federação das Indústrias do Acre (Fieac). Na ocasião, o governador Tião Viana ministrou uma palestra sobre os investimentos do goveno do Estado.

 De acordo com Tião Viana, o governo tem grandes investimentos para esse ano. “O governo e prefeitura estão preparados para um ano de forte investimento. Estamos com um contrato financeiro junto às secretarias para estabelecer com os setores de produção e com o trabalho da sociedade na ordem de 1 bilhão e 200 mil reais para este ano. Isso é algo muito bom dentro da economia do Acre porque gera emprego, distribui renda e abre oportunidades de mudanças nos indicadores econômicos do Estado e consolidam a inclusão de trabalhadores e melhoria da qualidade da mão de obra. As empresas crescem, o governo se mantem forte e a sociedade é beneficiada. Nós podemos dizer que o setor da indústria está sendo fortemente estimulado nessa hora e a sociedade ganha”.

 Carlos Sassai, presidente da Fieac, afirmou que os empresários passam por muitas burocracias. “Estamos com uma grande expectativa sobre os investimentos que o Estado tem a oferecer aos empresários esse ano e no próximo e que possamos também atender as expectativas do governo. O investimento é fundamental. O setor público tem uma série de burocracias. O importante pra quem trabalha e produz para esse setor é que a gente receba o investimento uma vez por mês para manter ordem nas empresas”.

 Por conta desse grande problema, o governo esta tentando amenizar os transtornos gerados. “O governo luta contra a burocracia enfrentada pelas as empresas, porque o controle é muito amplo e rígido e resulta no atraso de pagamento, gerando prejuízo econômico para quem tem um contrato com o governo. Qualquer Estado brasileiro e vários países passam por esse mesmo problema. Estamos lutando dia e noite para melhorar o fluxo de pagamento para respeitar o contrato financeiro”, finalizou Tião Viana.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation