Política local 03/05/2012

“Há coisas que são preciosas justamente porque duram pouco”.

 (Oscar Wilde, escritor)

Sua mestre mandou
A deputada federal Antonia Lucia (PSC) trata duro os aliados. No último fim de semana chamou o deputado Denilson Segóvia (PSC), que estava meio pró-Fernando Melo (PMDB), e ordenou: “chame os seus pastores da Quadrangular e diga que Tião Bocalom (PSDB) é o nosso candidato”. Com um “pode deixar” de Segóvia, a reunião se encerrou.

Fechamento no Juruá
O governador Tião Viana vai estar na próxima sexta-feira em Cruzeiro do Sul para aparar arestas com o PCdoB  e anunciar o professor Marcelo Siqueira (PT) como candidato a prefeito.

Nem um pouco
Quem conversou recentemente com Tião Viana revelou estar ele muito descontente com a desistência inesperada do deputado federal Henrique Afonso (PV) de disputar a prefeitura.

Plano de Deus
Conversei ontem com pessoas ligadas ao deputado federal Henrique Afonso (PV) sobre a sua desistência e a explicação foi à luz do evangelho: “a candidatura não estava nos planos de Deus”.

Não é do pesado
Contam que Fernando Melo (PMDB), que detesta o pesado, levou uma canseira do seu vice, coronel PM Juvenal,  em recente visita à Baixada da Sobral, e reclama muito até agora.

O Haiti é aqui
O secretário de Direito Humanos, Nílson Mourão, é um pai caridoso e benevolente com os haitianos. Mas falta o mesmo ardor com milhares de acreanos abaixo da linha de pobreza.

Choradeira tucana
Cada vez que a cúpula tucana se reúne as orelhas do Petecão (PSD), Fernando Melo (PMDB) e Jamil Asfury (DEM) ardem. Atribuem a eles o Bocalom (PSDB) não ser candidato único à PMRB.

Tiro de ordem
O motivo da reclamação é único, com Fernando e Jamil, o segundo turno é quase certo.

Vão matar o homem
Jornalistas que cobrem as ações do candidato a prefeito Marcus Alexandre (PT) vão acabar matando o homem. Se continuarem escrevendo que trabalha 24 horas, ele morre de insônia.

Stand by
O deputado federal Henrique Afonso (PV) promete coordenar a campanha do candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Marcelo Siqueira (PT). Fosse o Marcelo escalava um stand by.

Mais densidade
Qualquer das duas vereadoras, Jamislene (PMDB) ou Socorro (PSD) tem mais densidade eleitoral que o empresário Motinha (PP) para disputar a prefeitura de Plácido de Castro.

Querem reza
Só conheço quatro pessoas que acreditam ser o Motinha (PP) o melhor nome da oposição: os ex-prefeitos Tavares, Luiz Pereira e Ribeiro, e assim mesmo, porque esses santos querem reza.  

 Verdadeiro prefeito
O vereador Lacerda (PCdoB-Brasiléia) costuma dizer que Leila Galvão é prefeita só de enfeite. Quem trabalha , executa as obras, fiscaliza, é o marido Nelsinho, e sem ele, ela não seria nada.

Nem mortos
O ex-prefeito Celso Ribeiro (PTN) e a vice-prefeita Solange (PMN), nem sob mira de AR-15 trabalham para o prefeito de Senador Guiomard, James Gomes (PSDB), e ambos têm votos.

Única saída
Se o PT quer eleger André Maia (PT) a prefeito terá que atrair os dois para uma aliança.

Não bate
Se o PT deixar André Maia (PT) no mano a mano com James Gomes (PSDB), este fatura.

Tarauacá preocupa
O deputado Moisés Diniz (PCdoB) se mostra preocupado com a situação de Tarauacá e teme que se houver alguma candidatura da FPA imposta de cima para baixo o espatifado está feito.

Com o TRE
O TRE/AC não deve demorar em anunciar sua decisão, que deve ser favorável, sobre o pedido de saída do deputdo Astério Moreira do PRP por “mudança ideológica” do partido.

Jurisprudência farta
Existe farta jurisprudência na côrte que a mudança de rumo ideológico é causa de liberação. Explica-se: Astério Moreira se elegeu pelo PRP na FPA e o PRP quer forçá-lo ir para a oposição.

CASA DOS ARTISTAS
Ontem, numa roda de parlamentares em conversa no salão azul da Assembléia Legislativa, perguntaram ao deputado Eber Machado (PSDC) se era verdade que em 2014 disputaria uma vaga na Câmara Federal. Respondeu que sim e deu o motivo: “nessa Assembléia não tem espaço para mim, só tem artista”. E nada mais disse e nem lhe foi perguntado.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation