Política local 06/05/2012

“Quem se compraz em ser adulado é digno do adulador”.

(Shakespeare)

Em que pé está?
Indagaram ontem, e como não sei, mando a pergunta a quem de direito: não vai acontecer nada com aquele prefeito do Iaco que desviou a verba total da construção de um estádio? Já correndo nos bastidores do jornalismo uma versão completa sobre como seu deu o rachachá.

Delação premiada
Um dos que participou do racha me disse que se o apertarem parte para a delação premiada.

Intervenção tucana
O deputado federal Márcio Bittar (PSDB), destituiu  todo o diretório municipal de Tarauacá, e substituiu na presidência, o desafeto Paulo Ximenes, por Dagoberto Guimarães .

Aliança sacramentada
Com isso fica sacramentado o apoio do PSDB à reeleição da prefeita Marilete Vitorino (PSD).

Mesmo tom
O mesmo tom será aplicado em Brasiléia, onde o PSDB apoiará a candidatura a prefeito do peemedebista Everaldo, num acordo fechado com o deputado federal Flaviano Melo (PSDB).

Trunfos em mãos
Com esses dois trunfos Márcio Bittar (PSDB) exige como contrapartida do PMDB a retirada da candidatura a prefeito de Sena Madureira do ex-deputado Mazinho Serafim (PMDB).

Querido do povo?
O empresário Motinha (PP) comentou com um amigo deputado que, enquanto os demais candidatos a prefeito de Plácido de Castro são “amigos da imprensa” ele é querido pelo povo.

Quatro votos
Conheço cinco apoiadores do Motinha em Plácido: o empresário Gessê, e os ex-prefeitos Ribeiro, Luiz Pereira e Tavares. E fora esses só o Zeca Bestene, mas esse vota na Capital.

Matando a curiosidade
E para encerrar e matar a minha curiosidade: o Motinha não é aquele que na campanha apoiou o prefeito Paulinho (PT), Ney Amorim (PT) à Aleac e Sibá (PT) a deputado federal?

Pendurado no coqueiro
O prefeito de Senador Guiomard, James Gomes (PSDB), deu a maior corda ao ex-deputado Zé Carlos que ele seria seu vice, o deixou subir no topo do coqueiro, e depois tirou a escada.

Fará falta
O ex-prefeito Francimar Fernandes (PT) – não pode ser candidato – é o único nome do PT que poderia enfrentar o prefeito de Feijó, Dindim (PSDB), ninguém no PT tem a sua densidade.

Arcanjo Gabriel
Chega a informação que, após uma “visão do Arcanjo Gabriel” o deputado federal Henrique Afonso (PV) voltou atrás na sua renúncia de disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Esse é o problema
O problema para a FPA será o Arcanjo Gabriel mudar de ideia e mandá-lo desistir de novo.

Coordenador
O coordenador de sua campanha será o vice-governador César Messias.

Virou brincadeira
A se concretizar a situação será constrangedor para o professor Marcelo Siqueira (PT), um moço qualificado, que ficará na história como candidato de ficção a prefeito de Cruzeiro.

Ficou e vice
Se não mudar tudo novamente o Marcelo será o vice do Henrique Afonso.

Fanatismo religioso
Volto a dizer que o Henrique Afonso é um moço honrado, um bom parlamentar, sério, mas de difícil convivência, inconstante, por causa do seu fanatismo religioso, é um evangélico xiita.
                                                                                                                                                                        
Mágoas do Diniz
O deputado Gilberto Diniz (PTdoB) dá por desfeita a aliança com o jornalista J.Guimarães (PT) e dá o motivo: “o ajudei a ganhar no diretório do PT de Sena Madureira e ele não reconheceu”.

Comer tapado
O prefeito de Xapuri, Bira (PT), vai comer tapado para derrotar Wagner Menezes (PSB), seu principal adversário na disputa da prefeitura. Marcinho (PSDB) não chega ser uma ameaça.

Muita fantasia
Que o desgaste popular do prefeito de Epitaciolândia, Zé Ronaldo (PSB), é grande  é verdade. Mas é invenção de adversários que tentou atropelar um manifestante, é um homem de paz.

Virou abuso
Greve é uma coisa, abuso é outra. Armaram uma barraca na porta do seu gabinete na prefeitura o impedindo de entrar e ainda queriam que não arrancasse a barraca do local?

É inconfiável
Pelo que tenho escutado de lideranças da oposição do Juruá, o prefeito de Marechal Taumaturgo, Maurício Praxedes (PSDB), não terá apoio à reeleição por ser “inconfiável”.

Medida ideal
Se a decisão do TRE/AC de comparar a campanha dos candidatos posta na rua com o que declararam que vão gastar for para valer pode pegar muito candidato malandro.

É a tônica
A tônica é você declarar uma mixaria ao TRE/AC e colocar uma campanha milionária na rua.

Ver para crer
Defendo a medida, mas antes quero ver para crer a sua execução com o rigor que se exige.

O LOBO E OS BODES
Dirigente da oposição explicou ontem o motivo do veto ao pesquisador apresentado pelo deputado federal Flaviano Melo (PMDB) para fazer pesquisas para prefeito nos municípios do interior: “é como por o lobo no curral de bodes da oposição, só vai poupar os bodes do PMDB”.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation