Cúpula discute estratégia para fortalecer segurança em Sena

Na tarde desta quarta-feira, 2, na sede do Fórum Desembargador Vieira Ferreira, em Sena Madureira (145 quilômetros da capital), a cúpula de segurança pública do Estado reuniu-se com a juíza de direito Zenice Mota Cardoso e a promotora Patrícia dos Santos, para discutir a estratégia de fortalecimento das ações de combate à criminalidade no município.

Participaram do encontro o secretário de segurança pública Ildo Reni Graebner, o secretário da Polícia Civil Emylson Farias, o comandante da Polícia Militar José Anastácio, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar coronel Pires, além dos delegados Pedro Paulo Buzolin (DRE) e Antonio Alceste (titular da regional do Purus) e o major Teles, do Detran.

O major Moncada, da PM de Sena, fez uma explanação das ações desenvolvida pela unidade no enfrentamento aos delitos. Ele destacou as apreensões, feitas nos últimos meses, de 42 armas branca e 52 armas de fogo, entre as quais pistola 9 mm (uso restrito). Também falou sobre operações como a Boemia, Arrastão, Trânsito Seguro e Festa Tranquila, todas ligadas às metas discutidas no cronograma do Estado para 2012.

A juíza Zenice Mota ressaltou sua preocupação com a sensação de segurança da sociedade, mas lembrou que ainda é grande o número de presos provisórios na unidade prisional do município. Ela falou sobre a importância de fortalecer as provas nos autos, para evitar possíveis dificuldades no ato da inquirição judicial, e citou como exemplo a dificuldade do Ministério Público de sustentar uma acusação, especialmente nos casos em que envolve o tráfico de drogas.

A promotora de Justiça Patrícia dos Santos disse reconhecer o esforço do governo em combater a criminalidade. “Não podemos atribuir culpa para A ou B, mas precisamos fazer um exercício de trabalho mútuo e oferecer a resposta qualificada ao cliente da justiça e da polícia: o cidadão”, observou a promotora.

“O Estado não pode e não vai perder esse jogo”, definiu o comandante da PM, José Anastácio, referindo-se aos quatro homicídios ocorridos nos últimos trinta dias. Ele lembrou que o policiamento já foi reforçado com a vinda de forças de Rio Branco.

Emylson Farias, secretário da Polícia Civil, foi o primeiro a defender o diálogo estreito entre as instituições. Na ocasião, revelou que vai reforçar a Polícia Judiciária colocando mais um delegado para atuar em Sena Madureira.

Farias, que estava acompanhado dos delegados Antonio Alceste e Pedro Paulo Buzolin, disse que a PC está fazendo um enfretamento duro à criminalidade. “Essa é uma ação do Estado/Polícia, que não vai recuar.” (Assessoria Sesp)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation